Publicidade

International Pick-Up Award 2022. Conheça os quatro candidatos

Texto: Carlos Moura
Data: 5 de Agosto, 2021

São já conhecidos os quatro candidatos à conquista do cobiçado prémio Internacional Pick-Up Award 2022, atribuído por um painel de jornalistas da imprensa especializada europeia. Portugal está representado através da Turbo Comerciais. O vencedor será anunciado em novembro, no salão Solutrans.

Os candidatos à edição de 2022 do International Pick-Up Award (IPUA), onde está representada a revista Turbo Comerciais pelo nosso país, já são conhecidos, devendo o sucessor do atual detentor do troféu, Ford Ranger, ser anunciado no Salão Solutrans, que decorrer na cidade de Lyon, entre os dias 16 e 20 de novembro.

Os quatro candidatos à melhor pick-up de 2021 à venda na Europa são os modelos Isuzu D-Max, Jeep Gladiator, Toyota Hilux 2.8D e SsangYong Musso. Apenas este último não se encontra disponível em Portugal, mas vai a concurso porque, conforme determinam o regulamento do júri, está à venda em, pelo menos, 12 países.  

Os modelos a concurso ainda vão ser sujeitos a um conjunto de testes dinâmicos, a realizar na Croácia, onde serão ser avaliados pelos 21 membros do júri constituído por jornalistas das principais revistas europeias de veículos comerciais.

Isuzu D-Max

A nova Isuzu D-Max encontra-se em comercialização no mercado português desde março deste ano, sendo proposta em três versões de cabina – Simples, Longa, Dupla -, tração 4×2 ou 4×4, e motor diesel de 2,0 litros com 150 cv.

A nova geração da pick-up da Isuzu conta com uma nova direção elétrica assistida que não só melhora consideravelmente o ângulo de viragem, como também se ajusta em função da velocidade de condução, otimizando o conforto e os consumos.

No capítulo da assistência à condução, a nova D-Max vem equipada, de série, com, o sistema ADAS (Advance Driver Assist System), que inclui um vasto leque de funcionalidades como o assistente de colisão frontal, o sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, o alerta de saída da faixa de rodagem, o limitador de velocidade inteligente, o sistema de deteção de ângulo morto. 

Jeep Gladiator

A Jeep, por sua vez, voltou a disponibilizar uma pick-up em quase três décadas. Desenvolvida a partir do icónico Wrangler, a Gladiator combina a lendária capacidade de fora de estrada daquele modelo com elementos de estilo da marca e uma caixa de carga de aço com um comprimento de 1,52 metros. A Jeep Gladiator está disponível apenas com cabina dupla e motor diesel V6 de 3,0 litros com 264 cv.

As capacidades de progressão em fora de estrada são asseguradas pelo sistema Command-Trac 4×4, com caixa de transferência de duas velocidades com relação de redução de 2,72:1 e resistentes eixos dianteiro e traseiro Dana 44 de terceira geração, com relação de transmissão para o eixo traseiro de 3,73. 

LEIA TAMBÉM
Mazda revela terceira geração da pick-up BT-50

Além de contar com ângulos ventrais, de ataque e de saída excecionais e de dispor de diferencial traseiro autoblocante, toda a gama de versões da Gladiator – Sport, Overland – oferece destreza em todo-o-terreno ‘Trail-Rated’. 

Toyota Hilux

A mítica Toyota Hilux também foi renovada, passando a contar com uma nova grelha frontal que se encontra integrada no pára-choques dianteiro, sublinhando a sensação de robustez e resistência. No capítulo mecânico destaque para a estreia do motor diesel de 2,8 litros que desenvolve uma potência de 204 cv. A suspensão, por seu lado, também foi revista, tendo recebido uma nova afinação dos amortecedores dianteiros e traseiros para proporcionar uma condução mais suave em pisos degradados.

A capacidade de carga útil de uma tonelada e a capacidade de reboque de 3,5 toneladas foram alargadas a todas as versões da Hilux com tração às quatro rodas: cabina simples, cabina extra e cabina dupla.

A versão “Invincible” passou a ser o topo de gama da nova Hilux, mas apenas na variante de cabina dupla. Entre os detalhes exclusivos incluem-se a proteção frontal e traseira, os degraus laterais, as jantes de liga leve de 18 polegadas, o roll-bar e os puxadores das portas na cor preta.

SsangYong Musso

O quatro candidato é o SsangYong Musso que está disponível em alguns mercados europeus numa versão de cabina dupla de cinco lugares com um comprimento de 5,05 metros e uma caixa de carga que permite acomodar uma europalete. A capacidade de carga é superior a uma tonelada e a capacidade de reboque de 3,5 toneladas.

A combinação da utilidade prática de uma pick-up e o design de um SUV permite ao Musso disponibilizar funcionalidade, performance e conforto, quer ao condutor, quer aos restantes ocupantes da cabina.

No capítulo mecânico, o Musso conta com o motor e-XDI220 que debita uma potência máxima de 181 cv e um binário máximo de 400 Nm entre as 1600 e as 2600 rpm. Este propulsor pode ser associado a uma caixa manual de seis velocidades ou a uma transmissão automática Aisin com igual número de relações que está presente em alguns modelos da SsangYong e de outros fabricantes como, por exemplo, a Isuzu D-Max ou a sua irmã gémea Mazda BT-50, esta última não comercializada na Europa.