Publicidade

Mais equipada e segura. Nova geração Isuzu D-Max já chegou a Portugal

Texto: Carlos Moura
Data: 5 de Março, 2021

A nova geração da pick-up da Isuzu, D-Max, acaba de ser lançada em Portugal, estando disponível em quatro versões de cabina e dois sistemas de tracção, 4×2 e 4×4. Uma imagem mais moderna, assim como um reforço dos equipamentos de conforto e segurança são alguns dos argumentos deste modelo, que é proposto em variantes de trabalho e lazer.

A Berge Auto lançou a nova geração da pick-up D-Max em Portugal, estando já em comercialização em toda a rede de distribuidores da Isuzu. A nova gama é proposta em quatro versões de cabina – Simples de 2 Lugares, Longa de 3 Lugares, Dupla de 3 e 5 Lugares – com tração traseira (4×2) ou integral (4×4).

Exteriormente, a nova Isuzu D-Max distingue-se pelo novo desenho das óticas dianteiras e traseiras, dos faróis de nevoeiro, da grelha e os pára-choques.

O novo design transmite uma mais moderna e vanguardista, mantendo, no entanto, as caraterísticas de robustez e fiabilidade que sempre foram apanágio da pick-up D-Max.  

Em termos de funcionalidade, a nova D-Max recebeu portas mais largas e um pára-choques traseiros de dois pisos para facilitar o acesso ao habitáculo e à área de carga.

Novos equipamentos de conforto e assistência

O interior é mais amplo e espaço, com bancos redesenhados para um maior conforto, dotados com tecidos mais resistentes e agradáveis ao toque. O ambiente premium a bordo é sublinhado por acentos prateados ou em piano black, assim como pelo sistema audio DVD com ecrã de nove polegadas, compatível com Android Auto e Apple CarPlay, e comandos no volante.  

A nova geração da pick-up da Isuzu conta com uma nova direção elétrica assistida que não só melhora consideravelmente o ângulo de viragem, como também se ajusta em função da velocidade de condução, otimizando o conforto e os consumos.

No capítulo da assistência à condução, a nova D-Max vem equipada, de série, com, o sistema ADAS (Advance Driver Assist System), que inclui um vasto leque de funcionalidades como o assistente de colisão frontal, o sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, o alerta de saída da faixa de rodagem, o limitador de velocidade inteligente, o sistema de deteção de ângulo morto. 

LEIA TAMBÉM
Isuzu desenvolveu nova D-Max. Também para a Europa

Aqueles equipamentos são complementados por um sistema avançado de oito airbags e sistema e- Call ativado de forma automática com georreferenciação em caso de acidente. 

Mantém motor diesel 1.9 de 164 cv

Quanto à motorização continua disponível o motor turbodiesel de 1,9 litros de 164 cv, que cumpre as normas de emissões Euro 6d, e possui sistema Start – Stop.

Face à anterior geração, o turbocompressor de geometria variável passou a ser controlado eletronicamente, a pressão do “common rail” aumentou para 2500 bar em vez de 2000 bar, o sistema de tratamento de gases de escape possui tecnologia SCR (redução catatílica seletiva) com AdBlue.  

O motor de 1,9 litros está associado, de série, a uma caixa manual ou automática de seis velocidades, sendo que esta última recebeu melhorias na calibração para tornar mais rápida a operação da seleção da engrenagem.

As versões de tração integral passam a dispor de um bloqueio diferencial traseiro, numa relação 50/50, para melhorar o desempenho em pisos escorregadios ou em situações de cruzamento de eixos.

Quanto a preços, estes vão dos 24.300 euros da versão de cabina simples até aos 38.500 euros da LSE 4×4 de cabina dupla e transmissão automática. Valores que não incluem IVA.