Publicidade

Com capota de lona, V8 e tracção integral. Mercedes apresenta o novo AMG SL

Texto: Francisco Cruz
Data: 28 de Outubro, 2021

Hoje em dia uma das denominações com maior longevidade na oferta da marca da estrela, o agora Mercedes-AMG SL acaba de dar a conhecer a sua nova geração, com o nome de código R232, mas, mais importante, uma verdadeira revolução de cima a baixo. Chega ao mercado, em princípio, já em 2022.

Anunciado, também, como sucessor do GT Roadster, o Mercedes-AMG SL, cuja presença no portfólio já contabiliza quase 70 anos, apresenta-se, nesta nova geração, com uma estética exterior em linha com aquela que é a actual filosofia de design, patente nos mais recentes modelos da marca alemã. Traduzida em linhas mais limpas, acrescidas da imponente grelha frontal Panamericana com barras verticais e ladeada por faróis angulares semelhantes aos do CLS.

Novidade são também as pegas das portas rebatíveis, assim como o tejadilho em lona, com tecido de três camadas, e que, face ao anterior tecto de metal, veio permitir uma redução de 21 kg no peso final. Além da possibilidade de rebatimento, ou colocação, em não mais que 15 segundos, a velocidades até 50 km/h.

Nesta nova geração com capota de lona, o Mercedes-AMG SL consegue rebatê-la em 15 segundos e a velocidades até 50 km/h
Nesta nova geração com capota de lona, o Mercedes-AMG SL consegue rebatê-la em 15 segundos e a velocidades até 50 km/h

Já na traseira, quatro (2+2) ponteiras de escape, a ladearem um difusor, dão sinal de que estamos em presença de modelo AMG. O qual transmite ainda uma imagem mais imponente graças a farolins largos e aos quais se junta um spoiler traseiro ativo, perfeitamente integrado na tampa da bagageira, e com nada menos do que seis configurações. Ainda assim, apenas uma das muitas componentes aerodinâmicas que este novo Mercedes-AMG SL pode ostentar; algumas delas, propostas como parte da longa lista de opcionais.

Habitáculo luxuoso e tecnológico

Passando ao habitáculo, um ambiente revestido a couro – naturalmente! -, com quatro lugares e uma atenção especial à componente tecnológica. A começar, na mais recente geração do sistema de infoentretenimento MBUX, com um generoso ecrã de 11,9″, destacado do tablier e pode ser inclinado para a frente (de 12 a 32°). E que é ainda acompanhado por um painel de instrumentos totalmente digital de 12,3″, bem como de um head-up display com tecnologia de realidade aumentada.

LEIA TAMBÉM
Em prol do futuro SL. Mercedes-AMG “anuncia” morte próxima do GT Roadster

Por se tratar de um modelo AMG, a presença, ainda e de série, de atributos como o sistema de aquecimento para o pescoço Airscarf – é preciso não esquecer que se trata de um descapotável -, volante AMG Performance e bancos desportivos AMG ajustáveis electricamente. Os quais podem, contudo, ser trocados por uns ainda mais eficazes AMG Performance… opcionais.

O generoso ecrã táctil de 11,9" destaca-se do tablier do AMG SL
O generoso ecrã táctil de 11,9″ destaca-se do tablier do AMG SL

Na bagageira, uma capacidade de carga modesta e que pode variar entre os 265 litros, com a capota instalada, e os 213 litros, com esta recolhida. Aspecto pouco “familiar”, mas a que a Mercedes responde com a garantia de que, nos dois lugares traseiros, existe espaço disponível para albergar passageiros até 1,52 m… Pois.

Nas versões SL 55 e SL 63

Quanto a motorizações, estão, desde já, oficialmente confirmados, dois blocos V8 e que são a base do SL 55 4Matic+ e do SL 63 4Matic+ – sim, é verdade, todas as versões vêem equipadas, de série, com tracção integral AWD… Embora algumas publicações internacionais garantam que, da oferta, deverá fazer igualmente parte uma versão híbrida plug-in a gasolina, denominada SL 63e. A qual, no entanto, está ainda em desenvolvimento, só devendo ser apresentada dentro de sensivelmente um ano.

O Mercedes-AMG SL chegará ao mercado apenas com motores V8 a gasolina
O Mercedes-AMG SL chegará ao mercado apenas com motores V8 a gasolina

Assim, como motorização de entrada, o já bem conhecido bloco AMG M176, um V8 4.0 biturbo a anunciar 475 cv de potência e 700 Nm de binário, e que, combinado com a também conhecida transmissão automática Speedshift MCT de 9 velocidades preparada pela AMG, assim como com um sistema de tracção integral variável AMG Performance 4Matic+, consegue acelerações dos 0 aos 100 km/h em 3,9 segundos, além de uma velocidade máxima anunciada de 294,5 km/h.

Já o SL 63 4Matic+, recebe o mais potente M177, bloco que, tendo por base o mesmo V8 4.0 biturbo, exibe, contudo, várias alterações internas e de configuração, para conseguir anunciar 585 cv de potência e 800 Nm de binário. Valores com os quais, ajudado pela mesma transmissão e sistema de quatro rodas motrizes, lhe permitem acelerar dos 0 aos 100 km/h em não mais que 3,6 segundos, para atingir, em seguida, a velocidade máxima de 315 km/h.

O novo SL conta com cinco modos de condução, mais um sexto - Race -, disponível, de série, no SL 63 4MATIC+
O novo SL conta com cinco modos de condução, mais um sexto – Race -, disponível, de série, no SL 63 4MATIC+

Ainda no apoio a ambos os motores, um sistema electrónico com cinco modos de condução – Slippery, Comfort, Sport, Sport+ e Individual -, a que o SL 63 acresce ainda um modo Race. O qual também pode ser encontrado no SL 55, desde que equipado com o pacote opcional AMG Dynamic Plus, o qual integra, entre outros argumentos, um diferencial traseiro electrónico de deslizamento limitado.

Preços? Só mais tarde…

Agora oficialmente apresentado, o novo Mercedes-AMG SL não tem, no entanto, ainda, data de lançamento confirmada, ainda que tudo aponte para que possa chegar aos mercados já em 2022.

Quanto a preços e como também já é habitual na marca da estrela, só deverão ser anunciados lá mais para a frente, ainda que não seja desajustado pensar que estes possam começar num patamar muito idêntico ao do actual AMG GT Roadster. Modelo que, aliás, o novo SL deverá substituir…

Com uma configuração 2+2, o novo Mercedes-AMG SL deverá substituir o AMG GT Roadster
Com uma configuração 2+2, o novo Mercedes-AMG SL deverá substituir o AMG GT Roadster