Publicidade

Mais focado na condução. Bentley apresenta Flying Spur V8 com 550 cv

Texto: Redação
Data: 14 de Outubro, 2020

A Bentley acaba de apresentar a mais recente motorização do novo Flying Spur, um V8 que a marca promete mais focado na condução. E que, embora estando desde já disponível para encomenda, só deverá chegar às mãos dos primeiros clientes, lá mais para o final deste ano.

Depois da apresentação da nova geração Bentley Flying Spur com aquela que será a sua motorização mais potente, um W12 6.0 Turbo a gasolina com 635 cv de potência, a marca de Crewe introduz, agora, uma nova motorização mais… “contida”, traduzida num V8 4.0 biturbo também a gasolina.

Anunciando uma potência declarada de 550 cv, assim como um binário máximo de 770 Nm, este novo Flying Spur V8 consegue, assim, acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 4,1 segundos, ou seja, apenas mais 0.1 segundos que o V12, igualando-o no capítulo da velocidade máxima: 318 km/h.

Ainda segundo a Bentley, as diferenças deste V8, para o V12, fazem igualmente sentir na condução, com a nova motorização a oferecer uma experiência mais direccionada para o condutor, a começar numa “presença do motor mais característica”, mas também “uma maior distância entre passagens para reabastecimento”.

LEIA TAMBÉM
Após 15 anos e três gerações. Bentley comemora 40 mil unidades do Flying Spur

De acordo com os dados divulgados pelo fabricante de Crewe, a garantia não somente de uma autonomia a ultrapassar os 640 quilómetros, mas também consumos cerca de 16% mais baixos que no W12. Resultado, neste caso, também da aplicação da tecnologia que permite desligar quatro dos oito cilindros em condições de condução mais descontraída, a qual entra em acção sempre que o ponteiro do conta-rotações é mantido abaixo das 3.000 rpm, ou o binário exigido não vai além das 235 Nm.

Intervenções que a marca britânica pertença do Grupo Volkswagen garante que passarão despercebidas aos ocupantes, já que o tempo que os quatro cilindros permanecerão desligados, ronda os 20 milisegundo, ou seja, cerca de um décimo do tempo que levamos a piscar os olhos.

A par desta mais-valia nos consumos, a Bentley destaca, ao mesmo tempo, um desempenho mais ágil e reactivo, aproveitando também o facto deste V8 pesar menos 100 kg que o W12. Não esquecendo, sequer, as vantagens decorrentes de sistemas eletrónicos criados com o propósito de fazer sobressair essas qualidades, como é o caso da suspensão adaptativa a ar ou do sistema de vectorização de binário, ambos propostos de fábrica.

Como opcionais, a tecnologia elétrica anti-rolamento da carroçaria e o sistema de quatro rodas direccionais, entre outros.

Também com pack ‘Blackline’

Passando à estética e ambiente a bordo, a garantia, desde logo, de uma palete de sete cores para o exterior, onde o cliente também por optar pelo pack ‘Blackline’, sinónimo da troca de todas as aplicações metalizadas, por substitutos na cor preta brilhante. Basicamente, aquilo que as fotos mostram, e a que junta ainda o novo design de jantes também em cor preta, emblemas V8 e um novo sistema de escape de quatro saídas.

Já no interior, a possibilidade de escolher entre duas configurações – quatro ou cinco lugares -, sendo que, no restante, tudo permanece igual ao W12.

Ainda para este ano

O novo Bentley Flying Spur V8 fica disponível, para encomenda, desde já, nos concessionários da marca, sendo que, a entrega das primeiras unidades, só deverá acontecer lá mais para o final do ano.

Quanto a preços, nada foi divulgado.