Publicidade

Procura um SUV compacto? Estes são os dez melhores à venda em Portugal

Texto: Carlos Moura
Data: 4 de Julho, 2020

A oferta de SUV compactos não para de aumentar. Estes veículos combinam uma imagem mais radical, com dimensões compactas e alguma capacidade de bagageira. Conheça os dez melhores à venda em Portugal.

O segmento dos SUV já representa cerca de 20% das vendas totais de automóveis na Europa. Inicialmente, este tipo de viaturas estavam disponíveis nos segmentos superiores e com preços bastante elevados.

Com a evolução dos tempos, a oferta foi sendo alargada e diversificada, passando a ser propostos modelos de dimensões mais compactas e preços mais acessíveis. Nalguns casos passaram a constituir uma alternativa às carrinhas (breaks) do segmento superior.

Os SUV compactos ou crossover apresentam geralmente um comprimento exterior entre 4,0 metros e 4,40 metros, e estão equipados com motorizações de baixa cilindrada a gasolina ou gasóleo.

LEIA TAMBÈM
Crossovers procuram “dominar” o mercado

As suas dimensões mais reduzidas permitem uma melhor inserção em ambiente urbano e também facilitam o estacionamento em espaços mais apertados.

A maior altura ao solo permite não só subir passeios, mas também fazer aceder a locais onde as estradas não são asfaltadas, oferecendo condições para uma aventura mais radical. Mas atenção: um veículo deste tipo é um todo-o-caminho e não um todo-o-terreno.

Espaço na bagageira

Estes veículos são procurados essencialmente por utilizadores que necessitam de um maior espaço no habitáculo e uma bagageira com maiores dimensões.

A posição de condução mais elevada também é um dos seus argumentos, já que transmite segurança e confiança. Não será de estranhar a elevada popularidade dos SUV compactos junto do público feminino.

Com base em critérios como o preço, o nível de equipamento e motorização elaborámos uma lista com as dez propostas mais interessantes no mercado nacional. Para não ferir suscetibilidades optámos por apresentar esta lista por ordem alfabética.

Citroën C3 Aircross

Com um comprimento exterior de 4,15 metros, o C3 Aircross veio substituir o C3 Picasso, passando a representar a Citroën no segmento dos SUV compactos. Lançado em 2016, este modelo revelou-se um verdadeiro sucesso a nível mundial, com mais de 750 mil unidades vendidas.

Citroën C3 Aircross: Volume bagageira: 410-450 litros
Motores: 1.2 Puretech, com 83 cv e 110 cv; 1.5 BlueHDi com 110 cv.
Preço: A partir de 18.550 euros (gasolina) / 21.950 euros (diesel).

O Citroën C3 Aircross acabou de ser renovado e passou a ostentar a nova identidade da marca francesa, marcada por uma nova assinatura visual, inspirada no concept CXPERIENCE, e da qual fazem parte novos faróis em LED.

O C3 Aircross distingue-se pelo seu potencial de personalização, graças à disponibilização de um total de 97 combinações para o exterior.

Dacia Duster

Um dos representantes mais populares no segmento é indiscutivelmente o Dacia Duster. Um dos SUV mais acessíveis do mercado, cujo sucesso superou as melhores expectativas da marca.

Dacia Duster: Volume bagageira: 445 litros
Motores: 1.3 TCe, com 125 cv; 1.5 dCi e 125 cv; 1.6 SCE BI-Fuel com 115 cv.
Preço: A partir de 14.900 euros (gasolina) / 19.650 euros (diesel) / 19.150 euros (Bi-Fuel).

Com uma generosa altura ao solo e rodas bem afastadas dos salientes guarda-lamas, o Duster é um SUV versátil no quotidiano, fiável e com pré-disposição para rodar no asfalto.

A renovação ocorrida em 2018 deu ao Duster uma aparência mais robusta, graças ao reposicionamento dos faróis e da grelha e do pára-brisas mais projetado sobre o capot. A faceta off-road foi reforçada com o sistema de controlo de descida e câmara 360º.

Fiat 500X

A gama 500 também inclui um SUV que não só permitiu à marca italiana chegar a novos públicos como se tornou num dos seus modelos mais vendidos.

Fiat 500X: Volume bagageira: 350 litros
Motores: 1.0 Firefly Turbo com 120 cv; 1.4 Multair de 150 cv; 1.3 MultiJet de 95 cv; 1.6 MultiJet de 120 cv; 2.0 MultiJet de 150 cv.
Preço: A partir de 22.495 euros (gasolina) / 22.644 euros (diesel)

Desenvolvido com base na plataforma do Jeep Renegade mantém-se fiel ao conceito “pequeno por fora mas espaçoso por dentro” da gama 500. Com um comprimento exterior de 4,35 metros e um habitáculo com lotação para quatro ocupantes, o Fiat 500X reúne todos os argumentos para se assumir como um ocasional carro de família.

No final de 2018, o Fiat 500X recebeu uma atualização, que incidiu no plano estético e nos conteúdos tecnológicos, com as novas óticas a inovarem em ambas as vertentes.

Ford Puma

Outrora um pequeno desportivo, o Ford Puma foi transformado num crossover para o segmento B, baseado no Fiesta, que se destaca pela inclusão de um motorização mild-hybrid de 48V, baseada num pequeno motor de três cilindros Ford EcoBoost.

Ford Puma: Volume bagageira: 406 litros
Motores: 1.0 EcoBoost Hybrid de 125 cv ou 155 cv; 1.5 EcoBlue de 120 cv.
Preço: A partir de 22.828 euros (gasolina) / 26.323 euros (diesel)

Esteticamente distingue-se pela maior altura ao solo, pelos faróis específicos no topo dos guarda-lamas, as proteções nas zonas inferiores da carroçaria e o spolier traseiro.

Dotado com uma bagageira com uma capacidade de 406 litros e disponível com uma ampla oferta em termos de tecnologias de assistência ao condutor, o Puma apresenta-se no mercado nacional em três níveis de equipamento: Titanium, ST-Line e ST-Line X.

Hyundai Kauai

Poucos modelos têm uma oferta tão variada como o crossover compacto da Hyundai, que é proposto em motorizações a gasolina, híbridas, diesel e elétrica.

Hyundai Kauai: Volume bagageira: 361 litros
Motores: 1.0 T-GDi de 120 cv; 1.6 T-GDi de 177 cv; 1.6 CRDi de 115 cv e 136 cv; EV (204) cv).
Preço: A partir de 21.127 euros (gasolina) / 26.667 euros (diesel) / 44.316 euros (EV)

O desenho da carroçaria de 4,2 metros tem personalidade e irreverência, duas caraterísticas de que os consumidores urbanos não prescindem. O habitáculo acomoda facilmente quatro adultos e oferece o bem-estar a bordo que carateriza os veículos da Hyundai. Por sua vez, os 361 litros da bagageira são mais do que suficientes para uma escapadela de fim de semana

Se este último incluir zonas de acesso mais difícil, a altura ao solo de 170 mm é um elemento facilitador, enquanto a firmeza da suspensão minimiza com eficácia os movimentos indesejados da carroçaria.

Kia Stonic

Com 4,1 metros de comprimento é o mais compacto dos modelos da gama de SUV e crossovers da Kia. A simplicidade no design é um dos grandes trunfos do Stonic, que possui as proporções certas para agradar à vista.

Kia Stonic: Volume bagageira: 352 litros
Motores: 1.0 T-GDi de 100 cv e 120 cv; 1.6 CRDi de 115 cv
Preço: A partir de 19.611 euros (gasolina) / 24.861 euros (diesel)

Baseado no Rio, este crossover oferece uma maior altura ao solo e recebeu os elementos necessários que transmitem uma imagem mais musculada, designadamente as guarnições nos guarda-lamas e as barras do tejadilho.

O habitáculo oferece uma apresentação sólida, sendo possível decorá-lo com elementos na mesma cor da carroçaria. O tablier inclui um ecrã tátil de sete polegadas, localizado no topo da consola central.

A suspensão ligeiramente mais elevada melhora o acesso aos lugares traseiros, que são suficientemente acolhedores para dois adultos. A bagageira, por sua vez, não fica longe da média do segmento, com os seus 352 litros.

Nissan Juke

Uma das referências do segmento é Nissan Juke que estabeleceu o conceito de “crossover compacto”. Quase uma década depois do seu lançamento, a segunda geração chegou ao mercado no último trimestre do ano passado para voltar a reinventar o segmento.

Nissan Juke: Volume bagageira: 422 litros
Motor: 1.0 DIG-T de 117 cv
Preço: A partir de 19.900 euros

Com um comprimento de 4,21 metros (+7,5 cm) do que na geração anterior, passou a oferecer uma melhor habitabilidade, designadamente no espaço para as pernas nos lugares traseiros, enquanto a capacidade da bagageira aumentou 20% para os 422 litros.

O novo Nissan Juke também vem recheado de tecnologia de infotainment Nissan Connect e de apoio ao condutor, destacando-se o sistema ProPilot, que oferece assistência à direção, aceleração e travagem controladas eletronicamente.

Peugeot 2008

Com uma imagem inspirada no 3008 e do 5008, a nova geração do 2008, lançada no início deste ano, assume-se como um SUV de “corpo inteiro” e não como uma “carrinha alta”. As óticas dianteiras, a imagem agressiva, o desenho do tejadilho ou a barra negra que une as óticas posteriores são alguns dos elementos de design exterior partilhados com o 3008.

Peugeot 2008: Volume bagageira: 434 litros
Motores: 1.2 PureTech de 100 cv, 130 cv e 150 cv; 1.5 BlueHDi de 100 cv e 130 cv; EV 136 cv.
Preço: A partir de 21.500 euros (gasolina) / 25.200 euros (diesel) / 36.600 euros (EV)

O comprimento exterior aumentou 14 centímetros para um total de 4,30 metros – passando a ser um dos veículos maiores do segmento – o que se traduziu em melhorias na habitabilidade. Os passageiros dos bancos traseiros têm mais espaço para as pernas, permitindo a três adultos viajarem confortavelmente. A bagageira, por sua vez, oferece uma capacidade de 434 litros.

O acesso a bordo é fácil e a qualidade percebida dos materiais é convincente. A posição de condução é, naturalmente, elevada, proporcionado boa visibilidade. O painel de instrumentos fica acima do volante de pequenas dimensões. Para apoiar a condução, o novo Peugeot 2008 conta com os mais recentes sistemas de assistência. A oferta da gama compreende ainda uma versão elétrica, denominada e-2008.

Renault Captur

Líder no seu segmento, Renault Captur foi renovado no início deste ano, passando a partilhar a plataforma com o Renault Clio. Isso permitiu um aumento das dimensões exteriores e um reforço da habitabilidade, designadamente ao nível do espaço para os passageiros da fila traseira. A bagageira também cresceu 81 litros para os 536 litros, que passa a ser uma das referências.

Renault Captur: Volume bagageira: 536 litros
Motores: 1.0 TCe de 100 cv, 130 cv e 155 cv / 1.5 BluedCi de 95 cv e 115 cv.
Preço: A partir de 19.990 euros (gasolina) / 24.49 euros (diesel)

A maior volumetria da carroçaria também favorece a imagem aventureira. O novo Renault Captur também oferece 90 combinações possíveis para o exterior, com base em onze cores de carroçaria, quatro de tejadilho e três packs de personalização.

O interior oferece um painel de instrumentos digital, que nas versões mais equipadas, inclui sistema de navegação. No domínio do conforto destaque para os novos bancos que estão ao nível dos que equipam modelos de segmentos superiores.

Volkswagen T-Roc

Fabricado em Portugal na AutoEuropa, o Volkswagen T-Roc assinalou a estreia da marca alemã entre os crossover compactos. Apesar das suas dimensões exteriores concisas (4,23 metros) permite transportar cinco pessoas, oferecendo ainda uma bagageira com uma capacidade de 445 litros.

Volkswagen T-Roc: Volume bagageira: 445 litros
Motores: 1.0 TSI de 115 cv / 1.5 TSI de 150 cv / 1.6 TDI de 115 cv / 2.0 TSI de 300 cv
Preço: A partir de 24.975 euros (gasolina) / 32.448 euros (diesel)

Como já começa a ser habitual no segmento são propostas múltiplas opções de personalização – 600, segundo a marca – numa combinação de cores de carroçaria, tejadilho, jantes e decoração.

O T-Roc foi o primeiro SUV da Volkswagen equipado com instrumentos digitais opcionais como o Active Info Display e sistemas avançados de assistência à condução.

O Volkswagen T-Roc é um dos poucos modelos do segmento que está disponível com tração dianteira ou integral, combinando o espírito de um SUV com a agilidade de um compacto desportivo.