Publicidade

Sem futuro na Europa. Audi apresenta o gigante Q6 para a China

Texto: Francisco Cruz
Data: 2 de Agosto, 2022

Embora, na Europa, não possua nada maior que um Q7, a verdade é que a Audi já tem, efetivamente, um modelo ainda maior: o Q6… mas para a China.

Embora sem quaisquer perspectivas de comercialização no Velho Continente, onde nem mesmo a existência de propostas como o BMW X7 ou o Mercedes-Benz GLS convencem a marca de Ingolstadt a subir na escala, o Q6 é uma das mais recentes propostas da Audi com vista a um mercado onde as dimensões exteriores (também) são sinónimo de estatuto.

Não deixando de recorrer a várias soluções já conhecidas, até mesmo, do X7 europeu, a realidade é que este Q6 não deixa de evidenciar uma imagem muito própria, nomeadamente, através de uma nova grelha frontal com novo design interior e em que o design Singleframe surge mais disfarçado, conjugada com umas ópticas particularmente finas, além de interligadas por um filete de luz. Solução que, recorde-se, a Audi só havia utilizado até aqui na traseira dos seus modelos, a interligar os farolins.

O Q6 chinês recorre a algumas soluções estilísticas importadas de outros modelos da Audi, mas não deixa de ter uma personalidade própria
O Q6 chinês recorre a algumas soluções estilísticas importadas de outros modelos da Audi, mas não deixa de ter uma personalidade própria

De resto e no caso da traseira deste Q6, soluções igualmente novas, desde logo, no design interior das luzes, que passam a integrar, ao centro, o emblema da marca, sendo igualmente destacar a dispensa quase total de metalizados ou até mesmo de qualquer saída de escape… falsa. Mas não, diga-se, de umas sempre atraentes jantes em liga leve de 21 (!) polegadas.

LEIA TAMBÉM
Irmão gémeo do futuro Macan EV. Audi prepara SUV Q6 e-tron

Para sete… e a gasolina!

Já no habitáculo, a opção por linhas mais tradicionais e idênticas às dos modelos mais recentes da marca dos quatro anéis, inclusive, na aplicação de um painel de instrumentos 100% digital de 12,3 polegadas, acrescido de um ecrã central de 10,1 polegadas, mais um segundo ecrã de 8,6 polegadas, exclusivo para aceder e regular a climatização.

No entanto, tão ou mais importante do que estas soluções, um interior capaz de albergar até sete ocupantes e, acreditamos nós, sem grandes problemas de espaço; é que o Q6 anuncia um comprimento acima dos cinco metros (5,09 m), 2,01 m de largura, 1,78 m de altura, mas também 2,98 m de distância entre eixos!

O Audi Q6 apresenta um habitáculo onde é possível encontrar tecnologias já conhecidas de outros "irmãos"
O Audi Q6 apresenta um habitáculo onde é possível encontrar tecnologias já conhecidas de outros “irmãos”

Quanto a motores e por se tratar de um mercado em que os custos do combustível não terão subido tanto quanto na “rica” Europa, uma oferta limitada a apenas duas motorizações, ambas exclusivamente a gasolina: um quatro cilindros 2.0 TFSI a debitar 265 cv de potência e 400 Nm de binário, além de um seus cilindros 2,5 litros a anunciar 299 cv e 500 Nm de binário.

Para a Europa? Talvez algo diferente…

Concebido, de origem, para o mercado chinês, o mais certo é que este Q6 nunca venha ser comercializado no Velho Continente, onde os rumores sobre a possibilidade da Audi vir a integrar um Q6 na sua gama, apontam num sentido diferente.

Com mais de cinco metros de comprimento e 2,98 m de distância entre eixos, não falta espaço no interior do Audi Q6 chinês
Com mais de cinco metros de comprimento e 2,98 m de distância entre eixos, não falta espaço no interior do Audi Q6 chinês

Segundo estes rumores, o Q6 europeu poderá vir a adoptar uma carroçaria tipo SUV Coupé, sendo também uma proposta 100% elétrica.

Resta aguardar…