Publicidade

BMW X7 recebe atualizações no design, motores e tecnologia

Texto: Carlos Moura
Data: 13 de Abril, 2022

O SUV de grandes dimensões da BMW, o X7, foi revisto e atualizado, quer no design exterior, quer no interior. Passa a estar igualmente disponível com novos motores de seis cilindros, gasolina e diesel, com tecnologia micro-híbrida.

O BMW X7 foi revisto e atualizado, passando a apresentar uma secção frontal redesenhada, com grupos óticos divididos, e mais algumas alterações, designadamente no interior com uma nova tecnologia, enquanto no capítulo mecânico recebe motores a gasolina e diesel com tecnologia micro-híbrida (mild-hybrid).

Os grupos óticos separados introduzidos no SUV de sete lugares X7 fazem parte da nova estratégia de design da BMW. No futuro, a marca alemã pretende dotar cada gama de modelos com uma imagem própria, partilhando, no entanto, os mesmos elementos de design nas diferentes carroçarias: berlina, station-wagon ou SUV.

Assim, no BMW X7 de 2022, as óticas superiores integram as luzes de circulação diurna e os indicadores de mudança de direção. As unidades LED localizadas na parte inferior foram recuadas e os projetores oferecem luzes matriz adaptativas.

Novo design à frente e atrás 

O pára-choques dianteiro também foi redesenhado, com novas entradas de ar verticais na secção exterior para arrefecimento dos discos dianteiros. As entradas de ar dianteiras também têm um novo desenho e ganharam elementos que fazem lembrar alumínio.

À semelhança do BMW Série 8, o X7 também está disponível com a iluminação em cascata Glow na grelha frontal. É de série no M60i xDrive e opcional nas restantes versões.

Na traseira destaque para o novo desenho dos faróis da tampa da babageira e o novo grafismo dos LED. A barra cromada integrada entre ambos também foi ligeiramente modificada.

Habitáculo também revisto

No habitáculo, o painel de instrumentos e o ecrã central foram substituídos por um novo ecrã curvo que é parecido com o do novo BMW iX. Combina um ecrã de 12,3” para a instrumentação e um ecrã de 14,9” para as funções de infoentretenimento, estando tudo integrada numa só unidade que oferece controlo tátil.

LEIA TAMBÉM
EV, sim, mas devagar. BMW aposta em nova geração de motores de combustão

O painel de bordo também recebe novas saídas da ventilação, enquanto o seletor dos modos de condução e do sistema iDrive, localizados na consola central, também foram revistos.

O BMW X7 continua a ser comercializado em versões com seis ou sete lugares, estando disponíveis novas opções de revestimentos para os bancos.

Novos motores de seis cilindros

No capítulo mecânico destaque para a introdução dos novos motores turbo de seis cilindros a linha de 3,0 litros, a gasolina e diesel, com tecnologia micro-híbrida de 48V e gerador-alternador. A transmissão está a cargo de uma caixa automática de oito velocidades.

O topo de gama M50i XDrive foi substituído pelo novo M60i xDrive, equipado como motor turbo V8 a gasolina de 4,4 litros, também com tecnologia microhíbrida, que desenvolve uma potência de 530 cv e um binário de 750 Nm. 

Relativamente ao novo motor de seis cilindros a gasolina, este é proposto no BMW X7 xDrive40i, disponibilizando uma potência de 380 cv e um binário de 540 Nm. Já a alternativa diesel xDrive40d anuncia 352 cv de potência e 720 Nm de binário.