Volkswagen Taigun 2020 header

Volkswagen Taigun renasce das cinzas… com genes portugueses

Texto: Redação
Data: 3 Fevereiro, 2020

Apresentado, pela primeira vez, na forma de concept, em Outubro de 2012, o Volkswagen Taigun está de regresso e, desta feita, com a certeza de passar à produção. Mais precisamente, com a mesma base do T-Cross e do muito português T-Roc!

Apesar da aposta declarada e assumida na mobilidade elétrica, enquanto solução para o futuro, a verdade é que a Volkswagen mantém igualmente o enfoque nos crossovers. Mais precisamente, lançando um irmão mais novo para T-Cross, T-Roc, Tiguan e Touareg… uff!

Embora na fase final de maturação, o novo modelo, começa por adoptar um nome já algo… “velho”. Mais concretamente, dado a conhecer na segunda metade de 2020 – Taigun.

Apresentado, pela primeira vez, em 2012, o Volkswagen Taigun Concept anunciava um pequeno SUV... que, na Europa, adotaria o nome de T-Cross
Apresentado, pela primeira vez, em 2012, o Volkswagen Taigun Concept anunciava um pequeno SUV… que, na Europa, adotaria o nome de T-Cross

MQB A0 serve de base

Com 4,2 metros de comprimento e 2,65 m de distância entre eixos, o Volkswagen Taigun, que o construtor alemão acaba de dar a conhecer, antes da apresentação mundial na Auto Expo 2020, recorre, de resto, a base técnica semelhante do T-Cross, a conhecida plataforma MQB A0, ainda que levemente esticada.

Já no aspeto exterior, o modelo não escondendo igualmente as parecenças com a versão chinesa do T-Cross, a que acresce uma generosa altura ao solo – 20,5 cm.

LEIA TAMBÉM
Volkswagen T-Cross já foi revelado

A gasolina… e GNC

Finalmente, no que a motorizações diz respeito, o Volkswagen Taigun promete surgir com duas motorizações a gasolina, a começar no já conhecido 1.5 Turbo de 130 cv, equipado com sistema de desativação de cilindros, e a anunciar como prestações uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 9,9s, além de uma velocidade máxima de 183 km/h.

previous arrow
next arrow
Slider

A par deste bloco, uma outra motorização também a gasolina, 1.0 Turbo de 115 cv, sendo que a Autocar India refere ainda a possibilidade do modelo poder vir a contar com uma variante a gás natural comprimido (GNC).

Apenas para a Índia? A ver vamos…

Mas se o leitor está já a perguntar-se o porquê desta informação vir praticamente do outro lado do globo, a resposta é simples: o Taigun será lançado como um modelo pensado para o mercado indiano.

O que, tomando em linha de conta aquilo que já aconteceu com vários outras propostas, não quer dizer que, num qualquer volte-face, não possa vir a desembarcar, um dia, deste lado do planeta…