Publicidade

Taigo de seu nome. Volkswagen apresenta o seu primeiro SUV Coupé

Texto: Francisco Cruz
Data: 18 de Fevereiro, 2022

Depois do anúncio, eis que a Volkswagen dá agora a conhecer os moldes em que chega, também a Portugal, o primeiro SUV Coupé na oferta da marca de Wolfsburgo, o Taigo. Modelo centrado não somente numa estética desportiva e cativante, como também numa forte componente tecnológica, além de motores (apenas) TSI. Ou seja, só falta mesmo conhecer os preços!

Destinado àquele que é um dos segmentos mais importantes do mercado (A0), o mesmo do Polo e T-Cross, o Volkswagen Taigo estreia um novo estilo de carroçaria na marca alemã, traduzida na imagem de um crossover desportivo com silhueta coupé.

Produzido em Pamplona, Espanha, e baseado na plataforma MQB, o Taigo anuncia um comprimento de quase 4,26 metros, com uma distância entre eixos de 2,56 m, num corpo em que se destaca não apenas um perfil com uma longa linha de tejadilho inclinada para a secção traseira, convergindo com o spoiler no topo do vidro traseiro, como também soluções como as ópticas Full LED à frente e farolins LED interligados por uma linha de luz contínua.

O Volkswagen Taigo é um SUV Coupé apontado ao segmento dos utilitários... crossover
O Volkswagen Taigo é um SUV Coupé apontado ao segmento dos utilitários… crossover

Ainda no exterior, a possibilidade de optar por uma de oito cores (duas sólidas e cinco metalizadas) para a carroçaria e que podem ser combinadas com o tecto preto contrastante ‘Roof’, assim como por jantes em liga leve com dimensões que podem variar entre as 16 e as 18 polegadas. Sendo que, já como opcionais, um tecto panorâmico de entreabrir e deslizante.

LEIA TAMBÉM
Irmão-gémeo do Nivus. Volkswagen Taigo na Europa ainda este ano e a gasolina

Proposto com quatro níveis de equipamento – Taigo, Life, Style e R-Style -, o Volkswagen Taigo apresenta, depois, um habitáculo onde não falta a hoje em dia muito valorizada componente tecnológica, a começar por um painel do qual faz parte o já conhecido painel de instrumentos 100% digital, o Digital Cockpit, além de um total de quatro sistemas de informação e entretenimento: Composition, com ecrã de 6,5 polegadas (de série nos níveis Taigo), Ready2Discover com ecrã de 8,0 polegadas (de série no Life, Style e no R-Line), Discover Media com ecrã de 8,0 polegadas e, pela primeira vez no formato de 9,2 polegadas, o Discover Pro.

Apesar de destinado a um segmento em que o preço conta, o Taigo não abdica do argumento tecnológico
Apesar de destinado a um segmento em que o preço conta, o Taigo não abdica do argumento tecnológico

De todos estes sistemas, apenas o Composition é baseado no sistema modular de infotainment de segunda geração (MIB2), enquanto os restantes têm já por base o mais recente MIB3, com o qual passam a estar disponíveis funcionalidades como a navegação.

Igualmente presentes, soluções como a entrada e ignição sem chave, sistema de carregamento de smartphone sem fios e App-Connect Wireless, além de poder receber um opcional sistema de ar condicionado Climatronic com superfícies tácteis e comandos deslizantes idênticos aos existentes, por exemplo, no Tiguan, Passat e Arteon.

O Volkswagen Taigo conta com tecnologias de condução semiautónoma
O Volkswagen Taigo conta com tecnologias de condução semiautónoma

Já no capítulo da segurança activa e apoio à condução, a presença de sistemas como, por exemplo, o Travel Assist, sinónimo de condução semiautónoma, Cruise Control Adaptativo (só com caixa automática DSG), o aviso de saída de faixa Lane Assist, assistente de mudança de faixa Side Assist, assistência de saída de estacionamento Rear Traffic Alert, e sistema de vigilância Front Assist, que inclui o reconhecimento e deteção de peões e ciclistas.

Finalmente e anunciado como uma proposta de cinco lugares, versátil e confortável, o Taigo promete, ainda, uma capacidade de bagageira de 440 litros, 1.222 l com os bancos traseiro rebatidos.

Embora compacto, o Taigo consegue disponibilizar uma bagageira de 440 litros
Embora compacto, o Taigo consegue disponibilizar uma bagageira de 440 litros

Apenas a gasolina

Passando às motorizações, o Volkswagen Taigo uma oferta baseada apenas e só em motores a gasolina, os quais podem, no entanto, variar entre os três e os quatro cilindros – no primeiro caso, duas possibilidades, 1.0 TSI de 95 cv com caixa manual de cinco velocidades e 1.0 TSI de 110 cv com transmissão manual de seis relações, ao passo que, com quatro cilindros, o 1.5 TSI de 150 cv, acoplado a uma DSG de sete velocidades.

Disponível apenas com motores a gasolina, o nosso crossover coupé da Volkswagen mostra-se apto para algumas aventuras fora do alcatrão
Disponível apenas com motores a gasolina, o nosso crossover coupé da Volkswagen mostra-se apto para algumas aventuras fora do alcatrão

Quanto a prestações e consumos, 11,1s na aceleração 0-100 km e 183 km/h de velocidade máxima, além de um consumo combinado de 4,9 l/100 km, para a motorização de entrada 1.0 TSI de 95 cv, ao passo que, o mesmo bloco, mas com 110 cv, promete 10,9s e 191 km/h, com uma média de consumo de 5,0 l/100 km. Já o 1.5 TSI de 150 cv, anuncia 8,3s e 212 Km/h, com um consumo combinado de 5,1 l/100 km.

Preços e data de chegada? São, exactamente, as informações que a Volkswagen Portugal ainda não divulgou…

Por conhecer continua, ainda, quer os preços, quer a data de chegada aos concessionários deste Volkswagen Taigo
Por conhecer continua, ainda, quer os preços, quer a data de chegada aos concessionários deste Volkswagen Taigo