Publicidade

A lançar dentro de ano e meio. Land Rover Defender vai ter versão com três filas

Texto: Francisco Cruz
Data: 5 de Março, 2021

Hipótese colocada ainda antes mesmo da apresentação do novo modelo, em setembro de 2019, eis que a Land Rover confirma, agora, o lançamento, de uma versão com três filas de bancos, do novo Defender, e que deverá chegar ao mercado dentro dos próximos 18 meses. Nome? Defender 130.

A confirmação, quando ao lançamento desta nova variante, surgiu por intermédio de executivos da Land Rover, em declarações à Automotive News Europe. Revelando, igualmente, que o modelo deverá entrar em comercialização, durante os próximos 18 meses.

Ainda sobre esta nova versão, que deverá adoptar a designação de Defender 130, destacar-se-á dos restantes na sequência de uma carroçaria que deverá chegar aos 5,10 metros, de forma a garantir o espaço necessário para acomodar as prometidas três filas de bancos. Onde, referem as mesmas fontes, será possível sentar um total de oito ocupantes, condutor incluído.

Apesar deste aumento na lotação, o novo modelo manterá a já distância entre eixos de 3,022 metros, conhecida do Defender 110, com o fabricante a prometer igualmente que o Defender 130 posicionar-se-á como um “explorador premium”, capaz de ocupar um espaço muito desejado nos mercados da América do Norte, China e Médio Oriente”, referem as fontes ouvidas pela Automotive News Europe.

LEIA TAMBÉM
O mais potente da gama. Land Rover Defender recebe motor V8 com 525 cv

Recordar que esta nova variante de três filas do Defender juntar-se-á, assim, a uma oferta da qual já fazem parte duas versões, o mais curto Defender 90, e a versão de cinco portas Defender 110. Os quais, acrescente-se, receberam, recentemente, também novas motorizações, entre as quais, uma solução híbrida plug-in, além de um V8 a gasolina totalmente novo.

O sonho do regresso da pick-up

Entretanto e para o futuro, não está colocada de parte a hipótese da Land Rover poder vir a lançar uma variante tipo pick-up. Projecto há muito avaliado no seio da marca e que, o recente lançamento da Jeep Gladiator, pode ajudar a arrancar, de forma definitiva.

Aliás, o próprio responsável máximo pelo Design na Jaguar Land Rover, Gerry McGovern, reconheceu já que muito mais está para vir, uma vez que, neste momento, “estamos a analisar o que podemos fazer com a marca, já que, com um investimento relativamente pequeno, é possível fazer aumentar ainda mais o seu sex-appeal. Aliás, estou absolutamente convencido de que o Defender tornar-se-á uma marca poderosa, por si só”.

“Reimagine” prevê seis EVs na Land Rover

Recorde-se que a Jaguar Land Rover apresentou, recentemente, o seu novo plano estratégico “Reimagine“, o qual prevê a transformar a Jaguar numa marca exclusivamente elétrica, até 2025, dotando igualmente a Land Rover de algum nível de eletrificação.

Aliás e ainda segundo este plano, a Land Rover deverá disponibilizar, no futuro, não menos que seis propostas 100% elétricas (EV), distribuídas entre os modelos Range Rover, Discovery e Defender. Sendo que a primeira proposta deverá chegar já em 2024.

Embora, para já, ainda não se saiba quando é que o Defender, em concreto, abdicará do seu motor de combustão, certo é que tal terá de acontecer dentro dos próximos cinco anos.