Novo Land Rover Defender – O Regresso do Rei

Texto: Nuno Fatela
Data: 10 Setembro, 2019

Um dos mais icónicos off-roaders da história está de regresso, e mais capaz do que nunca para conquistar o mundo. Disponível nas versões ‘90’ e ‘110’, sempre com três lugares na fila dianteira, o Land Rover Defender passará também a contar em 2020 com uma versão híbrida

Boas notícias para os fãs da aventura. Está de volta o maior explorador britânico de sempre. Não, não falamos do Charles Darwin nem do David Attenborough. Falamos mesmo do Land Rover Defender, que durante o século XX, e também já neste século XXI, tem vindo a desbravar rotas e encontrar novos caminhos para descobrir o mundo. E a maior novidade é que essa personalidade exploradora está ainda mais patente nesta geração: o novo Land Rover é o mais capaz de sempre.

One of a kind

O Land Rover Defender é um modelo verdadeiramente exclusivo dentro da gama da marca britânica. O facto de contar com uma plataforma exclusiva, a D7X, demonstra isso mesmo. Ela é a base para a evolução do off-roader, que conta com o monocoque mais rígido de sempre, fabricado em alumínio. E tudo isto foi testado em 62.000 provas distintas, com temperaturas entre -40 e -50º Celsius e até aos 3000 metros de altitude.

O novo Land Rover Defender 110 apresenta um comprimento de 4758mm (mais de cinco metros com o pneu no portão da mala), tem 2008mm de largura e 1967mm de altura. Mas ainda mais importante são os seus 3002mm de distância entre eixos. Isso significa mais 99mm que o Discovery, que tem valores praticamente idênticos aos do Defender 90.

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Motores para ir ao fim do mundo

A gama do Land Rover Defender conta com quatro motorizações, todas elas conectadas à caixa automática de oito velocidades ZF, a que se juntará um híbrido de Plug-In em 2020. De momento é possível optar pelos Diesel D200 e D240, ambos com 430Nm, e também dois gasolina. O mais frugal terá 300cv – é o bloco turbo P300.

Mas a maior novidade no lançamento chama-se P400. Este é um bloco de seis cilindros que conta com apoio do sistema microhíbrido de 48 volts que alimenta, com a energia obtida nas desacelerações, o motor de arranque/alternador.
Além de ajudar a reduzir consumos e emissões (-6g/km de CO2), ele tem impacto positivo nas performances. Os seus 142,5Nm de binário “elétrico” ajudam a colocar a fasquia nos 550Nm, servindo também este apoio para evitar o turbo lag abaixo das 2000rpm.

Mecânica para a aventura

A imagem do Land Rover Defender mostra bem a sua preparação para os trilhos mais difíceis. Basta olhar para os seus 291mm de distância ao solo. Mas outros dados mostram que ele continua fiel ao perfil de explorador que exibe há 71 anos. A sua passagem a vau permite atravessar rios com quase um metro de profundidade (900mm), e os seus ângulos de ataque, ventral e saída são de 38º, 28º e 40º, respetivamente.

Mas há mais atributos que reforçam esta natureza aventureira. Desde logo o facto de ter tração integral de série, com redutoras, bloqueio do diferencial central e, opcionalmente, bloqueio ativo do diferencial traseiro. Já a suspensão de origem conta com triângulos duplos na dianteira e o Integral Link atrás. Mas nas opções está uma suspensão pneumática eletrónica que pode alterar a distância ao solo e que, pela monitorização dos movimentos da carroçaria, 500 vezes por segundo, adapta instantaneamente o comportamento para maior estabilidade.

Bem vindo ao Séc XXI

Com três modos de condução para escolha, alterando a parametrização do acelerador, caixa, direção e controlo de tração, há muitas ajudas eletrónicas para tornar o novo Land Rover Defender ainda mais eficaz. Os mais destacados são o Wade Program, que monitoriza a altura da água que o SUV está a atravessar. Isto embora a sua nova Activity Key até seja à prova de água…

Junta-se o Clear Sightground View, já aplicado a modelos como o Evoque, permite recorrer a câmaras para observar os obstáculos na dianteira. Passando as imagens para o infotainment, onde parece que o capot é transparente, ele evita ter de sair do carro para escolher a rota mais segura.

previous arrow
next arrow
Slider

Estilo aventureiro

A imagem exterior do Land Rover Defender combina a sua icónica silhueta, marcada pelas linhas retas e as poderosas cavas das rodas, com traços de modernidade. O exemplo maior disso é, provavelmente, a forma como são redesenhadas as suas óticas arredondadas. Mas, dando asas ao lado mais nostálgico dos seus fãs, continua a existir o pneu no portão da mala.

A bordo o maior destaque é o facto da fila de bancos dianteiros poder ter sempre três lugares. O Defender 110 transporta até sete passageiros, enquanto o ‘90’ está limitado a seis ocupantes.
temos evidente que o Land Rover Defender chegou ao Século XXI em todo o seu esplendor. Combinando opções como elementos da estrutura cobertos e materiais de fácil lavagem (afinal, é a andar na lama que ele se sente bem…), com o cariz moderno dos seus atributos tecnológicos.

Acima da alavanca da caixa de mudanças, em posição alta, encontramos o ecrã de 10’’ do infotainment. Que se junta, na componente digital, ao painel de instrumentos com 12,3’’ e o head-up display. Esta combinação pode ser encontrada também em outros modelos da marca, como o Evoque e o Velar. Junta-se, ainda, o retrovisor digital (para quando leva o Defender carregado até ao topo) que permite ver o que está atrás do SUV. As imagens são captadas por uma câmara e apresentadas no mesmo espelho central…

Com o mundo às costas

O Land Rover Defender é um modelo especialmente adaptado para as expedições até aos locais mais inacessíveis. O que exige levar “a casa às costas”. Para tal o Land Rover Defender 110 consegue levar até 1075 litros na bagageira, que podem ser aumentados para 2380l com os bancos rebatidos. Mas aos 900kg de carga no interior pode juntar ainda mais 300kg no teto. Ainda é pouco para si? Então recorra aos 3720kg da capacidade de reboque…

previous arrow
next arrow
previous arrownext arrow
Slider

Gama Alargada

Durante o primeiro ano no mercado, o Land Rover Defender conta com uma First Edition. A que se juntam os níveis de equipamento S, SH e HSE, que podem ser valorizados com os packs de acessórios Explorer, Adventure, Country e Urban. Que significam contar com equipamentos como racks de carga no teto, caixas de transporte e outros elementos. A bordo podem-se também contar com três opções distintas de decoração.

A isto a Land Rover junta, no Defender, um extenso catálogo de acessórios. São mais de 170 opções, com soluções perfeitas para partir em expedições como o gancho elétrico e a tenda para o teto. Depois de estar totalmente equipado, é só fazer-se à estrada…