BMW M prepara novo motor para os M3 e M4

Texto: Nuno Fatela
Data: 19 Março, 2019

Os próximos M3 e M4 devem receber um novo bloco de seis cilindros em linha, que poderá surgir com mais de 500cv no BMW M4 Competition, avançam os britânicos da Autocar

Quando falamos da “M”, mais é sempre melhor. Mais carros, mais adrenalina e, neste caso… mais potência. É isso que promete o novo bloco desenvolvido por esta divisão, que estreia com os X3M e X4M e, avança agora a Autocar, deve chegar também aos futuros M3 e M4. Este é um motor otimizado a partir do que equipa o 440i mas, ao invés dos 326cv deste automóvel, nas futuras versões desportivas dos Série 3 e Série 4 poderá ser superada a fasquia dos 500cv. O que, aliás, permitiria concorrer diretamente com o rival Mercedes-AMG C63 S(510cv) e superar por uma margem confortável os 450cv do Audi RS5.

 

Em comparação aos atuais 431cv, com o novo motor da BMW M poderemos ver o M4 a chegar perto de 470cv. E poderá mesmo garantir que o M4 Competition atinge os 510cv de potência, o que significa ultrapassar a fasquia dos 500cv do M4 GTS, a versão hardcore do modelo que até conta com a injeção de água no motor. Ou seja, com o Competition a ganhar mais de 50cv em comparação aos atuais 450cv. Além da maior potência, responsáveis da divisão M revelaram à Autocar que será possível aumentar as rotações do motor e também ganhar cerca de 50Nm de binário, para um registo que rondará os 600Nm numa faixa entre as 2600 rpm e as 5600 rpm (contra os anteriores 550Nm entre as 1800rpm e as 5390rpm no M4).

Com as principais características deste propulsor apresentadas no vídeo superior, para atingir estes níveis de potência foram efetuadas algumas alterações no bloco de três litros que equipa o 440i. Entre as que a Autocar refere estão um curso maior dos pistões, graças a alterações no design interno do motor, a opção pelos dois turbos mono-scroll (tal como acontece no atual M4, em oposição ao único twinscroll do 440i), bem como a adaptação contínua da árvore de cames (Double Vanos) e do tempo de atuação das válvulas (Valvetronic). A taxa de compressão foi também reduzida, de 10.2:1 para os 9.3:1, e a arquitetura contempla ainda a possibilidade de soluções como a injeção de água no motor. E, mesmo com todas as alterações e o aumento da potência, a performance ambiental também foi melhorada.

 

Depois da estreia com os X3M e X4M, o novo “coração” deve chegar em 2020 ao BMW M4  Gran Coupé, versão de quatro portas que fará a estreia entre os modelos de performance da casa bávara. Este modelo terá a companhia dos M4 Coupé de duas portas e M4 Cabrio, bem como o próximo M3. Além disso, também se deve ver este seis cilindros em linha na próxima geração do M2, mas neste caso com poder de fogo mais reduzido…

 

Veja também:

Belo e arrasador: BMW M4 GTS (Ensaio)
Como funciona a injeção de água no motor
Chegaram os novos BMW X3M e X4M
Veja o novo Mercedes-AMG C63 S
BMW desenvolve os carros do futuro em Portugal
Novos híbridos da BMW estreiam em Genebra
Novo Alpina B7 chega aos 330 km/h

 

Fonte: Autocar