Mobieco

Publicidade

Na Europa. Tesla Model 3 prestes a sagrar-se o EV mais vendido em 2021


Data: 30 de Dezembro, 2021

Apesar dos esforços dos construtores automóveis europeus, que não têm poupado esforços no robustecer da oferta elétrica, a verdade é que 2021 está prestes a terminar com excelentes notícias para a norte-americana Tesla. Cujo Model 3 deverá terminar o ano de 2021 como o veículo elétrico mais vendido na Europa.

Os números são da conhecida empresa especializada no mercado automóvel JATO Dynamics e revelam que, até ao dia 31 de novembro de 2021, a Tesla vendeu um total de 113.397 unidades do Model 3 na Europa. Número que representa, desde logo, uma subida de 84 por cento nas vendas europeias, assim como a subida deste crossover EV ao topo da lista dos veículos eléctricos mais vendidos.

Aliás, as mais de 113 mil unidades vendidas conseguidas pelo Tesla Model 3 deixam, inclusivamente, o rival Volkswagen ID.3, a grande distância. Já que o modelo alemão não foi além das 63.109 unidades comercializadas, número que, ainda assim, representa uma subida de 125 por cento, face a 2020.

Tesla Model 3 Curiosidades
Mesmo com um preço acima do inicialmente prometido pela Tesla, o Model 3 é um verdadeiro caso de sucesso na Europa

De resto, o sucesso do EV norte-americano, no Velho Continente, tem sido de tal ordem, que, ainda de acordo com os números da JATO Dynamics, foi mesmo o mais vendido, em setembro, entre todos os modelos em comercialização na Europa.

LEIA TAMBÉM
Produção do Tesla Model 3 mostrada em m
odo rápido

Curioso, por outro lado, é o facto de, neste momento, o maior perigo para a liderança do Model 3, vir de dentro de portas. Ou, mais concretamente, do mais recente crossover da Tesla, o Model Y. Proposta que, em novembro, superou, mesmo, os alemães ID.3 e ID.4, em termos de vendas.

Assim e face às vendas acumuladas até ao momento, o mais certo, segundo a JATO Dynamics, é que a Tesla termine 2021 com uma quota de mercado na Europa Ocidental de 2 por cento, ou seja, mais do dobro daquilo que conseguiu em 2020, quando não foi além dos 0,9 por cento. Ultrapassando, dessa forma, alguns construtores mais tradicionais, como a Jaguar Land Rover.

Hoje em dia de acelerador a fundo na Europa, Elon Musk vê a Tesla a somar vendas também no Velho Continente
Hoje em dia de acelerador a fundo na Europa, Elon Musk vê a Tesla a somar vendas também no Velho Continente

Volkwagen Group deverá continuar primeiro

Em declarações à Auto News, o autor do ‘European Electric Car Report’, Matthias Schmidt, destaca que a venda de elétricos na Europa Ocidental deverá atingir, em 2021, os 11 por cento da totalidade do mercado automóvel do Velho Continente. Valor que encontra explicações, entre outros motivos, na escassez de semicondutores.

Ainda segundo o mesmo responsável, a Tesla deverá terminar 2021 com um total de 170.000 unidades vendidas na Europa, continente onde, no entanto, o construtor automóvel com mais vendas continuará sendo o grupo Volkswagen, com um resultado na ordem das 300.000 unidades transaccionadas. Isto, somadas as vendas de eléctricos de todas as marcas do grupo, entre as quais, a Audi, a Skoda, a Porsche, a Cupra e, naturalmente, a Volkswagen.

Herbert Diess CEO Volkswagen
O Volkswagen Group deverá terminar 2021 como um grupo automóvel que mais elétricos vendeu na Europa

Já no terceiro posto, deverá terminar o Grupo Stellantis, logo seguida da Aliança Renault-Nissan. Neste caso e em grande parte, devido aos excelentes resultados que o primeiro modelo 100% elétrico da Dacia, o Spring, tem vindo a registar.