Mobieco

Publicidade

Cinco híbridos plug-in à venda com mais de 100 km de autonomia elétrica

Texto: Carlos Moura
Data: 1 de Março, 2024

Conheça cinco veículos híbridos plug-in que anunciam mais de 100 km de autonomia elétrica, prometendo o melhor dos dois mundos: emissões zero em ambiente urbano, com um consumo de energia muito baixo, e disponibilidade permanente para trajetos mais longos, graças ao motor térmico e ao depósito de gasolina.

Os primeiros híbridos plug-in (PHEV), isto é, com bateria recarregável externamente, tinham uma autonomia limitada, que nalguns casos não passava dos 20 a 30 quilómetros. Contudo, a situação tem vindo a alterar-se. Com a introdução de baterias com maior capacidade já existem atualmente propostas que anunciam um alcance superior a 100 quilómetros.

Um veículo híbrido com bateria recarregável externamente pode ser uma solução adequada para todos aqueles que não estão preparados para uma transição imediata para uma viatura totalmente elétrica. 

A bateria permite circular com emissões zero em ambiente urbano e com consumo de combustível muito baixo, desde que se tenha a preocupação de a carregar sempre que possível. Quando se esgota a capacidade está disponível o motor de combustão para efetuar o trajeto normalmente.

Analisando as propostas do mercado verifica-se que são as marcas topo de gama que lideram a categoria em termos de autonomia em modo elétrico, casos da Mercedes-Benz, Range Rover e BMW. Mas existem algumas novas propostas a chegar de marcas como a Volkswagen ou a Skoda.

Aqui deixamos cinco veículos híbridos plug-in que anunciam uma autonomia em modo elétrico igual ou superior a 100 quilómetros.

1. Volkswagen Golf -Hybrid e GTE – 100 km

Após o lançamento da mais recente atualização do já icónico Volkswagen Golf estará disponível em duas variantes híbridas plug-in, denominadas eHybrid e GTE, que viram aumentar a autonomia em modo elétrico em quase 70% face aos seus substitutos.

A bateria viu aumentar a capacidade de 10,6 kWh para 19,7 kWh e a potência máxima de carregamento passou de 3,6 kW para 11 kW. A autonomia em modo elétrico pode chegar aos 100 quilómetros em ciclo WLTP contra os anteriores 61 quilómetros.

O Golf e-Hybrid distingue-se do GTE pela linha motriz híbrida plug-in, que no primeiro caso mantém os 204 cv, enquanto a outra viu aumentar a potência em 27 cv para os 272 cv. Em ambos os casos, o sistema é gerido por uma caixa de dupla embraiagem (DSG) de seis velocidades, que transmite a potência às rodas dianteiras. Em termos de preços, o Golf eHybrid é proposto a partir de 42 781 euros e o GTE a partir de 46 855 euros.

2. BMW X5 xDrive50e – 102 km

A BMW está representada pela segunda vez nesta lista com a versão híbrida plug-in do seu SUV X5, denominada xDrive50e. 

A linha motriz compreende um motor elétrico de 197 cv, que está integrado na caixa Steptronic de oito velocidades, e um bloco a gasolina de seis cilindros em linha com 313 cv. A potência combinada é de 489 cv, permitindo a este SUV com um comprimento exterior de 4,94 metros acelerar dos 0 aos 100 km em 4,8 segundos. 

O sistema inclui uma bateria de iões de lítio com capacidade de 25,7 kWh, que anuncia uma autonomia em modo elétrico até 102 quilómetros em ciclo WLTP. A bateria pode recuperar a capacidade total em 4h30m num ponto de carregamento com potência de até 7,4 kW. Este modelo é proposto na versão de tração integral com preço a partir de 100 500 euros.

3. BMW Série 5 Plug-In – 103 km

A mais recente geração do BMW Série 5 é proposta com duas versões híbridas com bateria recarregável externamente: 530e e 550e xDrive.

Recorrendo ambos à mesma e já bem conhecida tecnologia eDrive para veículos híbridos plug-in, as duas novas versões do BMW Série 5 diferenciam-se, no entanto, entre si, pelo facto de ostentarem, na base, blocos a gasolina distintos: enquanto o 530e escolhe um quatro cilindros 2,0 litros com 299 cv, o 550e e opta por um mais generoso seis cilindros em linha 3,0 litros com 499 cv. 

Ambos estão equipados com uma bateria de iões de lítio com 19,4 kWh de capacidade que permite percorrer entre 93 quilómetros e 103 quilómetros em modo elétrico, enquanto o 550e não vai além dos 90 quilómetros. Os BMW 530e e 550e xDrive estão disponíveis partir de 71 100 euros e 88 700 euros, respetivamente.

4. Range Rover Sport P460e – 121 km

Apresentada em 2022, a nova geração do Range Rover Sport destaca-se por uma presença robusta, com linhas bem definidas e por pormenores de luxo sofisticado, como é o caso das pegas das portas rebatíveis. 

Este SUV da Range Rover conta com uma versão híbrida com bateria recarregável externamente, denominada P460e, que integra um motor a gasolina V6 3.0 com 439 cv um motor elétrico de 217 cv, disponibilizando uma potência combinada de 460 cv, e uma bateria de iões de lítio de 38 kWh. A autonomia anunciada em modo elétrico é de 121 quilómetros.

Em termos de prestações, o Range Rover Sport não deixa os proprietários nada envergonhados, graças a uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,6 segundos. A velocidade máxima é de 225 km/h. Este modelo está em comercialização com preços a partir de 109 138 euros. 

5. Mercedes-Benz GLC 300e 4MATIC – 130 km

A versão híbrida plug-in do Mercedes-Benz GL300 destaca-se pela sua elevada potência, pelos tempos de carregamento curtos da bateria e por disponibilizar uma elevada autonomia em modo elétrico.

O Mercedes-Benz GL 300e 4MATIC está equipado com um motor térmico de combustão de 2,0 litros de 204 cv e um motor elétrico de 136 cv, disponibilizando uma potência combinada de 313 cv. O sistema é complementado por uma bateria de 31,2 kWh, a qual possibilita uma autonomia em modo elétrico de até 130  quilómetros. 

A bateria do Mercedes-Benz GL 300e 4MATIC oferece, em opção, a possibilidade carregamento em modo rápido até uma potência de 60 kW, sendo possível recuperar a capacidade em cerca de 30 minutos. Este SUV híbrido plug-in está disponível a partir de 78 650 euros.