Mobieco

Publicidade

Volkswagen lança duas versões híbridas plug-in do novo Golf

Texto: Carlos Moura
Data: 29 de Agosto, 2020

Golf eHybrid e Golf GTE são as duas novas versões híbridas plug-in do hatchback familiar da Volkswagen, com 204 cv e 245 cv. A capacidade da bateria aumentou 50%, permitindo disponibilizar uma autonomia elétrica até 80 km no Golf eHybrid.

A Volkswagen iniciou a comercialização de duas versões híbridas da oitava geração do Golf, eHybrid e GTE, que oferecem uma potência máxima de 204 cv e 245 cv, respetivamente.

Estas novas variantes eletrificadas recebem uma bateria de iões de lítio com uma capacidade de 13 kWh, o que representa um aumento de 50% face à geração, assegurando uma maior autonomia em modo elétrico.

Para o Golf eHybrid, a Volkswagen anuncia uma autonomia elétrica de até 80 quilómetros e de até 62 quilómetros para o Golf GTE. O E-Mode também possibilita uma condução em modo elétrico em estradas nacionais e autoestradas.

O motor turbo a gasolina é automaticamente ligado quando se atingem velocidades mais elevadas, em função do modo híbrido ativado, do perfil de condução e o nível de carga da bateria.

A partir daí entra em funcionamento o modo económico Hybrid, que torna possível alcançar um raio de ação total até 870 quilómetros no eHybrid e de 745 quilómetros no GTE, respetivamente, em ciclo NEDC.

LEIA TAMBÉM
Volkswagen GolF VIII GTI desvendado. E não vem sozinho!…

A linha motriz híbrida plug-in encontra-se associada a uma caixa de seis velocidades de dupla embraiagem. Nas viagens mais longas é possível manter a capacidade de energia na bateria para que depois se possa efetuar uma condução em modo elétrico num centro urbano pré-selecionado.

Bem equipados

O Volkswagen eHybrid é disponibilizado no nível de equipamento Style. Por sua vez, o Golf GTE recebe uma especificação independente com nível de equipamento GTE.

Em ambos os casos, a dotação de série inclui o Digital Cockpit Pro, sistema de navegação “Discover Media”, interface para telemóveis com função de carga por indução, reconhecimento dos sinais de trânsito, volante multifunções em pele, bancos desportivos Comfort (eHybrid).

A lista de equipamento integra ainda o Travel Assist para uma condução assistida até 210 km/h (inclui Adaptive Cruise Control e assistente de manutenção na faixa de rodagem), Front Assist com Travagem Autónoma de Emergência, ar condicionado automático, Start-Stop com recuperação da energia de travagem, entrada sem chave.

O Volkswagen Golf GTE recebe ainda pára-choques específicos, bancos desportivos premium com apoios de cabeça integrados e uma lista luminosa em LED na grelha do radiador.

No mercado alemão, o Golf eHybrid é proposto a partir de 39.781 euros, enquanto o Golf GTE está disponível a partir de 41.667 euros. Em Portugal, está prevista a comercialização da versão híbrida plug-in com motorização de 204 cv e preços a partir de 40.922 euros (GTE) e de 42.565 euros (GTE+).

Mais derivativos em breve

Além dos novos Golf eHybrid e Golf GTE, a oitava geração do hatchback familiar da Volkswagen vai ser reforçada com novas versões desportivas: Golf GTI, Golf GTD e Golf R. A gama vai receber ainda uma carrinha, Golf Variant.

As motorizações híbridas ligeiras (mild-hybrid) também irão ganhar uma importância crescente. O novo Golf eTSI, o primeiro mild-hybrid de 48V com 150 cv, já se encontra em comercialização e até final do ano será disponibilizado num novo nível de potência.