Skoda Superb Break IV Teste do Alce

Publicidade

Teste do Alce. Carrinhas VW Passat e Skoda Superb vítimas das dimensões e peso

Texto: Redação
Data: 11 de Junho, 2020

Conhecido como o teste que fez soar os alarmes na Mercedes, devido ao surpreendente (mau) resultado da primeira geração do Classe A, o Teste do Alce voltou a fazer “vítimas”, agora, no seio do maior grupo automóvel mundial, a Volkswagen. Chumbando, mais precisamente, as carrinhas Volkswagen Passat Variant GTE e a Skoda Superb Break.

Especialmente preocupante para SUVs e crossovers, devido à necessidade imperiosa que controlar as transferências de massas, o chamado Teste do Alce, destinado a submeter as viaturas em andamento, a forças contrárias e repentinas, num curto espaço, não deixa de impor a sua lei, também entre os veículos mais baixos.

LEIA TAMBÉM
Tesla Model 3 faz teste do alce sem coiçes (com vídeo)

Que o digam, as carrinhas Volkswagen Passat GTE e Skoda Superb, dois modelos pertencentes ao universo Volkswagen, e que acabam de ser submetidos a este teste de controle da carroçaria, numa situação de guinadas sucessivas da direcção, ao longo de uma trajetória delimitada por cones.

Primeira a ser colocado à prova, a Skoda Superb acabou por revelar dificuldades em manter composta a sua carroçaria, a partir dos 68 km/h. Revelando não só uma certa tendência subviradora à entrada no percurso, naquela que é a primeira guinada, mas também e depois, um efeito sobrevirador, na saída. Acabando, a partir daí e com a velocidade a subir, por falhar na tentativa de fuga ao suposto obstáculo.

Aliás e embora tendo esmagado apenas um cone, a carrinha checa revelou, neste teste que os nossos colegas da Teknikens Värld levaram a cabo, uma visível dificuldade em manter controlado o seu peso, assim como as suas dimensões avantajadas. Razão pela qual acabou chumbada, conforme é possível constatar no vídeo da publicação sueca.

De resto e embora os defensoras da Superb possam rebater estes resultados, com as leis imutáveis da Física, e que afectam todos e quaisquer veículos, a verdade é que, no vídeo, também nos é dado a ver os desempenhos de modelos como a Peugeot 508 ou a Mercedes Classe C. Carrinhas que, apesar do seu tamanho, não deixam de evidenciar uma postura bem mais composta… mesmo a velocidades mais altas (78 e 74 km/h, respetivamente) que as imprimidas na carrinha checa.

Quanto à Volkswagen Passat GTE, um resultado final, no teste do alce, ligeiramente melhor que o da Superb, ainda que e mesmo assim, não totalmente positivo. Já que a carrinha alemã acabou revelando a mesma abordagem às curvas, da sua irmã checa, ainda que, no confronto com a Superb, tenha conseguido cumprir o trajecto, segura de si própria, a uma velocidade ligeiramente mais elevada que a Skoda – 68 km/h.

Veja o vídeo, e comprove!