Publicidade

Já sem Diesel. Skoda apresenta o Scala e Kamiq renovados

Texto: Francisco Cruz
Data: 1 de Agosto, 2023

A Skoda acaba de desvendar a mais recente atualização do seu hatchback Scala e do pequeno SUV Kamiq, dois modelos que, além de evoluções no design e melhorias na tecnologia, também se despedem, com este restyling, dos motores a gasóleo.

Ambos construídos com base na mesma plataforma, a conhecida MBQ-A0 que também é utilizada por outros modelos do Grupo Volkswagen, como é o caso do Polo e do T-Cross, ou ainda dos Seat Ibiza e Arona, tanto o Skoda Scala, como o Skoda Kamiq, começam por ganhar, com esta atualização, um design exterior mais evoluído, presente, desde logo, numa nova secção frontal.

O Skoda Scala renovado
O Skoda Scala renovado

Entre as novidades, a possibilidade de integrar um novo, opcional, sistema de iluminação dianteiro Matrix-LED, a somar à nova grelha e pára-choques, sendo que, no caso do Kamiq, também os farolins adoptam um novo design, tipo ‘L’. Já no caso do Scala, nota para um novo lábio inferior,  de aspecto mais desportivo, claramente inspirado no estreado pelo concept Vision RS.

LEIA TAMBÉM
Diesel continua. Skoda apresenta seis novos elétricos para lançar até 2026

A par destas estreias, novas jantes, com medidas que vão até às 18 polegadas, com detalhes em preto ou prata, com ambos os modelos a beneficiarem ainda de uma palete de nove cores exteriores, com o hatchback a ter como cor exclusiva o Steel Grey, enquanto o Kamiq guarda para si o Phoenix Orange. Conjugado com os pilares dianteiros, tejadilho e capas dos retroviores em preto, a mesma cor que marca presença no vidro traseiro do Scala.

O novo Skoda Kamiq na versão topo de gama Monte Carlo
O novo Skoda Kamiq na versão topo de gama Monte Carlo

Passando ao habitáculo, ambos os modelos estreiam um novo sistema de ar condicionado, a prometer mais intuitividade que até aqui, e que se apresenta como a novidade mais visível num tablier também ele revisto. E que, por esse motivo, passa também a beneficiar de um maior número de materiais renováveis, que, no caso específico da versão topo de gama Monte Carlo, surgem acompanhados de uma nova iluminação ambiente ajustável em LED, além de vários pormenores a transpirar desportividade.

“Bye-bye, Diesel”

Finalmente e quanto a motores, a novidade mais significativa, e que passa pelo fim na disponibilização de qualquer motor a gasóleo. Passando ambos os modelos a estarem disponíveis apenas com motorizações a gasolina, a começar num três cilindros 1.0 TSI, que na versão de 95 cv surge acoplado a uma caixa manual de cinco velocidades, enquanto na versão mais potente de 115 cv, tanto pode receber uma caixa manual de seis relações, como uma DSG de sete velocidades.

O Skoda Scala ganhou um novo sistema de ar condicionado, que promete ser mais intuitivo
O Skoda Scala ganhou um novo sistema de ar condicionado, que promete ser mais intuitivo

No topo da oferta, surge, depois, um quatro cilindros 1.5 TSI de 150 cv, com sistema de desactivação de cilindros (ACT), que tanto pode ser conjugado com transmissão manual, como automática.

Ambos disponíveis apenas com tracção dianteira, os dois modelos podem, também, receber dois tipos diferentes de chassis, com a Skoda a propor, de série, uma solução mais “aventureira”, com um aumento de 15 mm na altura ao solo, sendo que o cliente pode sempre optar pelo opcional “Sport Chassis Control”, com o qual vê descer a altura ao solo em 15 mm, no caso do Scala, e em 10 mm, no caso do Kamiq.

O renovado Kamiq apresenta uma evolução nos materiais e revestimentos
O renovado Kamiq apresenta uma evolução nos materiais e revestimentos

Ainda sem preços

Para já, não são ainda conhecidas as datas, ou até mesmo preços, com que estes dois novos modelos, vão estar disponíveis, não só na Europa, mas também em Portugal.