Publicidade

Destrona a Tesla. Rimac Nevera é o novo senhor de Nürburgring

Texto: Francisco Cruz
Data: 24 de Agosto, 2023

A conquista de Nürburgring está ao rubro. Desta feita, foi o mais recente hiperdesportivo elétrico da croata Rimac Automobili, o Nevera, que acaba de fixar um novo recorde de volta mais rápida ao circuito alemão. Aguarda-se, agora, resposta dos rivais directos.

Depois da conquista do ceptro de veículo elétrico de produção mais rápido do mundo, o Rimac Nevera soma, assim, mais um troféu ao seu cada vez maior pecúlio, sendo que, desta feita, é o título de elétrico mais rápido no icónico traçado alemão de Nürburgring.

Segundo divulgou a própria Rimac Automobili, que inclusivamente realizou um vídeo do momento, agora também tornado público, o Nevera conseguiu cumprir uma volta rápida ao traçado de cerca de 20,6 quilómetros em sete minutos, cinco segundos e 298 milésimos de segundo (7:05.298 minutos).

Com este tempo, o hiperdesportivo elétrico croata retirou 20 segundos à marca feita pelo anterior detentor da volta mais rápida, o Tesla Model S Track Pack. Modelo elétrico que, recorde-se, havia registado, no mesmo traçado, o tempo de 7:25,231 minutos.

O tempo do Nevera foi realizado com o piloto Martin Kodric ao volante e com o carro a recorrer, como único componente que não faz parte do equipamento de série, a pneus Michelin Cup2R.

LEIA TAMBÉM
Rimac Nevera conquista mais um recorde no Festival de Goodwood

Apesar da impressionante marca final alcançada, Kodric não deixou de destacar as dificuldades sentidas ao longo de todo o processo, com “condições meteorológicas verdadeiramente desafiantes ao longo da semana em que levamos a cabo os treinos”, sendo que, “o dia escolhido para tentar o recorde acabou sendo um dos mais quentes que a pista já conheceu este verão”.

Ainda assim e apesar destas dificuldades, o Nevera, que se apresenta como um “confortável hiper GT”, conseguiu ser “devastadoramente rápido”, concluiu o piloto croata.

Mate Rimac, fundador e CEO da Rimac Automobili, defendeu, após a conquista da volta mais rápida, que, “o Nevera veio, de certa forma, reinventar o mundo dos hiperdesportivos, ao trazer novas tecnologias, capacidades e níveis de desempenho. No entanto, a forma mais fácil de demonstramos tudo isto é derrubando recordes e foi exactamente isso que temos vindo a fazer ao longo de 2023, por diversas vezes”.

Vale a pena recordar que o Rimac Nevera recorre a um trem de força composto por quatro motores, os quais geram, em conjunto, 1,4 megawatts de potência, ou seja, 1.903 cv de potência. Valor a que se junta ainda um binário máximo de 2.360 Nm, graças, igualmente, à energia fornecida por uma bateria de 120 kWh.

Ainda longe da combustão

Finalmente e apesar de ter suplantado os tempos de propostas como o Tesla Model S Track Pack ou o Porsche Taycan Turbo S (7:33,350 minutos), a marca feita pelo Nevera está ainda distante de voltas mais rápidas feitas por hiperdesportivos a combustão como o Mercedes-AMG One (6:35.18 minutos), o Porsche 911 GT2 RS (6:43.30 minutos) ou o Mercedes-AMG GT Black Series (6:43.62 minutos).