Publicidade

Ainda mais exclusivas. Range Rover SVAutobiography estreia versões Ultimate

Texto: Francisco Cruz
Data: 4 de Abril, 2021

Versão de topo na gama, o Range Rover SVAutobiography acaba de dar a conhecer duas novas versões, ainda mais exclusivas, concebidas pela divisão Special Vehicle Operations. E a que o fabricante britânico decidiu dar o nome de Ultimate.

Disponíveis com as versões SVAutobiography e SVAutobiography Dynamic, tanto na variante SWB (distância entre eixos normal) como LWB (distância entre eixos mais longa), as novas versões Ultimate daquele que é o topo de gama dos SUV de luxo da família Range Rover, foram concebidas, segundo o fabricante, a pensar, antes de mais, no condutor.

Apesar disso e além cor clássica Orchard Green com acabamento acetinado, o tejadilho contrastante e os espelhos retrovisores em Narvik Black, complementados com detalhes modernos em cor cobre, tudo com acabamento manual, estas novas versões, elaboradas pela equipa de personalização SV Bespoke do Centro Técnico da Special Vehicle Operations, no Reino Unido, destacam-se pelas inserções estriadas em Gloss Black e anagrama ‘Range Rover’ em metal, com rebordo em cobre, no capot e na tampa da bagageira. Além das grelhas, capot e detalhes do pára-choques dianteiro, com acabamentos em Graphite Atlas, e das jantes em liga leve de 22″, forjadas e com um design de cinco raios duplos, em Gloss Dark Grey, e com um acabamento contrastante Diamond Turned.

A par destes pormenores, a presença da circunferência SV, em esmalte preto, e a chapa em cobre do pilar B, além das circunferências SV bordadas nos quatro apoios de cabeça e as proteções das embaladeiras iluminadas da edição Ultimate, fazem parte destas versões topo de gama Range Rover.

LEIA TAMBÉM
JLR comemora um milhão de unidades Range Rover Sport vendidas

Finalmente e a terminar, uma placa exclusiva SV Bespoke Ultimate Edition, posicionada na consola central e acompanhada de uma circunferência SV com acabamento em cobre.

Optando pela versão SVAutobiography com carroçaria longa (LWB), a garantia, igualmente e entre outros atributos, de bancos traseiros reclináveis Executive Class Comfort-Plus tipo avião, climatizados (aquecimento/refrigeração) e em couro semi-anilina,  a proporem mais de 1,2 m de espaço para as pernas, função de massagem Hot Stone e apoio de pernas e pés aos ocupantes traseiros.

Já a consola central integral com relógio Zenith integrado, compartimento refrigerado e mesas rebatíveis, visam tornar o espaço, segundo o fabricante, “o local perfeito para trabalhar ou descontrair em estrada”. A que o acabamento Ultimate acrescenta, ainda, o revestimento interior em couro Vintage Tan e acabamentos em fibra de carbono Cooper Weave, ou, em opção, um revestimento em couro confeccionado pelos artesãos italianos da Poltrona Frau.

Em termos de motorizações, estas novas versões Range Rover estão disponíveis com diferentes soluções, com destaque para o V8 Supercharged a gasolina de 565 cv, complementado com suspensão e direcção optimizadas (versões SWB), assim como para o híbrido plug-in P400e. Este último, com uma autonomia elétrica para até 40 km e emissões de CO2 de apenas 72 g/km.

Quanto a preços, a Land Rover optou por não divulgá-los, ainda, relegando para mais tarde, o anúncio. Até porque é de esperar que não sejam propriamente acessíveis…