Os carros mais seguros… e os menos seguros de 2018

Texto: Redação
Data: 18 Dezembro, 2018

Estes são os melhores e os piores nos vários parâmetros das análises efetuadas pelo EuroNcap em 2018…

Anualmente são revelados pelo EuroNcap os automóveis mais seguros do ano, uma eleição também já realizada em 2018. Esta é uma escolha suportada pela avaliação geral desta entidade, através do somatório dos vários parâmetros dos seus crash-tests, mas não significam que os três modelos eleitos se tenham superiorizado nos níveis de proteção conferidos em todas as áreas. Como tal, revelamos agora quais foram os carros com melhor, e também com pior, avaliação por parte da EuroNcap. Saiba agora quais são os carros mais seguros e os menos seguros de 2018 na fotogaleria seguinte…

Proteção dos Ocupantes Adultos - Os Melhores
Volvo XC40 - 97%
Mercedes Classe A - 96%
Volvo S60 - 96%
Peugeot 508 - 96%
Proteção dos Ocupantes Adultos - Os Piores
Fiat Panda - 45%
Jeep Wrangler - 50%
Suzuki Jimny - 73%
Proteção de Crianças a Bordo - Os Melhores
Mercedes Classe A - 91%
Mazda6 - 91%
Hyundai Santa Fe - 88%
Proteção de Crianças a Bordo - Os Piores
Fiat Panda - 16%
Jeep Wrangler - 69%
Ford Tourneo Connect - 79%
Proteção de Peões - Os Melhores
Mercedes Classe A - 92%
Lexus ES - 90%
Audi A6 - 81%
Proteção de Peões - Os Piores
Fiat Panda - 47%
Jeep Wrangler - 49%
Suzuki Jimny - 52%
Assistências de Segurança - Os Melhores
Audi Q3 - 85%
Volkswagen Touareg - 81%
Jaguar I-Pace - 81%
Assistências de Segurança - Os Piores
Fiat Panda - 7%
Jeep Wrangler - 32%
Suzuki Jimny - 50%

Os números apresentados por esta fotogaleria tornam ainda mais claras duas situações. A primeira a eleição do Mercedes Classe A como o melhor nos testes de segurança em 2018. Além disso, também a nota de zero estrelas do Fiat Panda, igualando o mínimo histórico, já que ele foi o pior em todas as avaliações. Além disso, também esclarece porque o Wrangler e o Jimny, com uma estrela e três estrelas, respetivamente, também integram o pódio dos três piores resultados de segurança em 2018.

 

Fonte: EuroNcap

Partilhar