Mobieco

Publicidade

Com a Nismo pelo mesmo caminho. Nissan promete um GT-R elétrico

Texto: Carlos Moura
Data: 5 de Maio, 2022

A Nissan já está a pensar num novo GT-R elétrico, mas ainda não diz quando o irá apresentar porque a tecnologia ainda não está suficientemente desenvolvida para aplicações em desportivos elétricos de elevadas prestações. Por outro lado, a Nismo deverá renascer como marca das versões mais desportivas dos seus modelos elétricos. 

A Nissan renovou os seus dois modelos desportivos mais pequenos, mas o GT-R já tem mais idade que o defunto 370Z. O Godzilla entrou em produção em dezembro de 2007 e ainda não há qualquer indício relativo ao novo R36.

A Nissan, porém, já está a pensar numa geração para a frente e com uma alteração radical, já que este superdesportivo acabará por perder o motor de combustão

“Penso que ainda é muito cedo para dizer, mas o GT-R elétrico acabará por chegar um dia”, afirmou Ashwani Gupta, CCO da Nissan, à Top Gear. O responsável do construtor japonês sublinhou que a tecnologia dos veículos elétricos ainda não está preparada para uma aplicação de prestações tão elevadas. O mesmo aplica-se ao Z

Nissan GT-R
Nissan GT-R

“Neste momento, quando fazemos todas as simulações da eletrificação destes carros, não encontramos a tecnologia adequada para definir o que é um ‘Z’ e um ‘GT-R’. Afinal, estes dois não são carros, mas, sim, a nossa cultura”.

“Bela e o monstro”

Ashwani Gupta adiantou que o Z e o GT-R são apelidados internamente como a “bela” e o “monstro”, respetivamente, porque são modelos desportivos que desempenham papeis diferentes na gama da marca. O executivo da Nissan acrescentou que esse posicionamento não será alterado, o que significa que o GT-R será sempre o modelo de topo.

Será de referir que a produção do GT-R já está esgotada para 2022 e não se sabe se irá haver um modelo de 2023 da geração atual (R35). O biturbo V6 já deixou de ser vendido na Europa devido às emissões de ruído e também não é comercializado na Austrália desde 1 de novembro de 2021 devido aos novos testes de impacto lateral.

LEIA TAMBÉM
Nissan Leaf Nismo RC revelado

O lançamento do novo Z também tem vindo a ser adiado devido a problemas na cadeia de abastecimento. Tudo indica que as vendas no Japão deverão arrancar em junho.

Nismo deverá renascer como marca elétrica

A Nissan deverá transformar a Nismo numa marca de versões de elevadas prestações dos seus veículos elétricos. Em declarações também à Top Gear, o diretor-geral da Nissan para a Europa, Guillaume Cartier, adiantou que a submarca Nismo é um dos ativos da Nissan que deverá ser revitalizada. 

A Nissan segue assim os passos de outros fabricantes que criaram marcas para os seus modelos de elevadas prestações como a BMW M, a Mercedes-AMG ou a Audi Sport.

Nissan LEAF Nismo RC

Os concorrentes mais diretos da Nissan também estão a lançar modelos de caraterísticas mais desportivas, casos, por exemplo, a Volkswagen com as versões GTX.

Segundo Guillaume Cartier, os modelos Nismo terão uma motorização diferente e uma suspensão específica. “O Ariya constitui um desafio porque ainda não temos uma grande bateria de elevada performance. Portanto, temos de ir mais longe”.

Ainda não foram definidos os modelos que receberão versões Nismo, mas Guillaume Cartier adiantou que nada foi descartado. Por exemplo já existe uma versão de elevadas prestações do LEAF que, no entanto, não verá a luz como modelo de produção. Se o Juke Nismo é a prova de alguma coisa, então a marca deverá estar a preparar automóveis divertidos de conduzir.