Publicidade

Mercedes-Benz Classe T. Espaço abundante em dimensões compactas

Texto: Carlos Moura
Data: 24 de Maio, 2022

A Mercedes-Benz reforçou a sua oferta com o MPV compacto Classe T, que combina dimensões exteriores compactas com um amplo espaço interior para cinco ocupantes e um ambiente premium, além de motorizações a gasolina e diesel. O preço pode ser outro dos argumentos, já que passou a ser a proposta mais acessível na gama de passageiros da marca alemã.

Disponível no mercado nacional nas linhas de equipamento “Style” e “Progressive”, o Classe T passou a ser o modelo mais acessível da gama de passageiros da Mercedes-Benz, sendo proposto a partir de 27.177 euros (menos 1272 euros do que a versão de entrada do Classe A).

Apesar de partilhar a carroçaria e muitos componentes com o Citan por uma questão de custos de produção, o Mercedes-Benz Classe T foi desenvolvido como um veículo premium de passageiros, do tipo mini-MPV, para as famílias e os entusiastas do lazer que necessitam de uma viatura espaçosa, mas compacta e com um elevado conforto.

Mercedes-Benz Classe T

Não obstante um comprimento exterior de apenas 4,5 metros, a versão “curta” do Classe T permite transportar até cinco pessoas e as respetivas bagagens, já que a bagageira oferece uma capacidade até 520 litros, com todos os bancos na posição normal. Em caso de necessidade é possível rebater o assento traseiro para criar uma área de carga praticamente plana. A altura ao solo de apenas 56,1 centímetros facilita a carga de objetos mais pesados ou longos.  

Imagem de família

A imagem exterior do Mercedes-Benz Classe T adota a mais assinatura visual da marca alemã, destacando-se as formas sensuais e as linhas minimalistas, enquanto os ombros musculados e os proeminentes guarda-lamas sublinham o seu apelo emotivo. 

O caráter premium é transmitido pela grelha do radiador cromada, que é de série, os contornos dos espelhos exteriores na cor da carroçaria, assim como nos puxadores das portas e nos pára-choques.

O acesso ao compartimento traseiro dos passageiros é assegurado por duas portas laterais deslizantes, permitindo que as crianças entrem ou saiam de formas rápida e segura, em ruas estreitas e em lugares de estacionamento. A segunda fila de bancos está preparada para receber três cadeiras de criança, ao lado uma das outras.

O caráter premium do Mercedes-Benz Classe T é sublinhado num habitáculo que recebe materiais e acabamentos de qualidade superior. O apoio de braço central, que é de série, possui revestimento em Artico, enquanto nos apoios de braços e os revestimentos centrais das portas é utilizado o Neotex dos modelos elétricos Mercedes EQ, combinando a aparência de couro “nubuck” com a tecnologia sofisticada “neoprene”.

Sofisticação a bordo

Todos os Classe T apresentam um elemento de acabamento preto de alto brilho no painel de instrumentos. Os bancos da linha “Style”, que é de série, possuem revestimentos em couro Artico sintético preto, com costura dupla e elementos de acabamento preto de alto brilho nas portas e na consola central.

O ambiente de sofisticação é reforçado pelos apontamentos em cromado nas saídas da ventilação, colunas e puxadores das portas. O banco do condutor tem regulação do suporte lombar e o banco dianteiro do passageiro também é ajustável em altura.

LEIA TAMBÉM
Preços e equipamentos do Mercedes-Benz Classe T já são conhecidos

Por mais 1550 euros é possível optar pela versão mais equipada “Progressive” que oferece um ambiente ainda mais elegante e luxuoso, destacando-se o acabamento Neotex de alta qualidade  com costura contrastante na secção superior do painel de instrumentos. 

Os bancos em couro sintético Artico preto, com costura branca e os elementos decorativos em prata mate na consola central e nas portas, acentuam ainda mais o caráter premium do veículo. As portas deslizantes têm vidros elétricos. O exterior faz uma declaração visual com um elemento de acabamento cromado no portão traseiro, jantes de liga leve de 16 polegadas com desenho de 10 raios e faróis LED de alta performance. 

Serviços remotos

O Mercedes-Benz Classe T também recebeu os mais recentes conteúdos tecnológicos da marca alemã como, por exemplo, o sistema multimedia MUBX com ecrã tátil de sete polegadas com integração de smartphone e painel de instrumentos digital de 5,5”, cujas funções são configuráveis através dos botões Touch Control do volante multifunções. O ar condicionado também é de série, assim como o arranque sem chave Keyless Start.

O Classe T já está preparado para a utilização de muitos serviços digitais Mercedes me Connect, incluindo serviços remotos, como a verificação remota do estado do veículo ou o trancamento e destrancamento remotos. 

Aqueles serviços permitem que os utilizadores verifiquem convenientemente as informações mais importantes sobre os seus veículos, a qualquer momento, a partir de casa ou enquanto estão na estrada.

Igualmente prático: graças à navegação com o Live Traffic Information e à tecnologia de comunicação car-to-X, os clientes conduzem com os dados mais recentes em tempo real. Isto permite-lhes evitar o congestionamento do tráfego de forma eficiente, poupando assim tempo valioso. 

Prioridade à segurança

No capítulo da segurança, o mini-MPV da Mercedes-Benz conta com vários sistemas de auxílio à condução, incluindo o Assistente de Arranque em Subidas, Crosswind Assist, Attention, o sistema de aviso de fadiga, Assistência de Travão Ativo com função de tráfego transversal, Assistente Ativo de Faixa Ativa, Assistente de Ângulo Morto e Assistente de Limite de Velocidade.

 O Pacote de Assistência à Condução está disponível como opção e inclui ainda o Assistente Ativo de Distância DISTRONIC (também disponível em opção de forma individual) e o Assistente Ativo de Direção. 

Motorizações diesel e gasolina

No domínio mecânico, o Mercedes-Benz Classe T conta com motorizações diesel de 116 cv (T 180 d) e a gasolina de 102 cv (T 160) e 131 cv (T 180). Todas contam com com a função ECO start/stop. Além da caixa de velocidades manual, que é de série, também está disponível, em opção, uma transmissão de dupla embraiagem de sete relações.

Num contacto na zona de Munique foi possível efetuar um contacto com as versões T 180 d e T 180, ambas com caixa automática de sete velocidades. No primeiro caso destaque para a disponibilidade de binário a baixas rotações, típico dos motores diesel e para as excelentes recuperações.

No caso do propulsor a gasolina, destacam-se as acelerações e a melhor insonorização. A diferença no consumo entre as duas motorizações é de aproximadamente dois litros. A precisão da direção e a afinação da suspensão garantem um comportamento dinâmico interessante ao Classe T.

Já disponível para encomenda

O monovolume compacto da Mercedes-Benz já está disponível para encomenda, estando prevista a chegada das primeiras unidades aos concessionários da marca no nosso país para o mês de julho. 

Em termos de preços, o T60 de 102 cv, com caixa manual, é proposto a partir de 21.777 euro. Por sua vez, o T 180 de 131 cv é comercializado a partir de 28.127 euros, enquanto o T 180 d de 116 cv tem um preço de venda ao público a partir de 33.025 euros. A diferença de preço entre o nível de equipamento Style e Progressive é de 1550 euros.