Publicidade

Conheça as cinco gerações. Toyota RAV4 assinala 30º aniversário

Texto: Carlos Moura
Data: 4 de Junho, 2024

Lançado em 1994, o Toyota RAV4 já comemora o seu 30º aniversário e já vai na sua quinta geração. Desde sempre que o SUV compacto da marca japonesa tem procurado manter-se à frente num segmento onde a concorrência é cada vez mais feroz.

Um dos modelos mais populares da Toyota, que deu origem a um novo segmento, assinala este ano o seu 30º aniversário. Trata-se do RAV4, que na altura da sua revelação, em março de 1994, era revolucionário: um SUV compacto com tração integral e baseado numa carroçaria autoportante (monocoque).

Os responsáveis pelo desenvolvimento do primeiro RAV4 procuram manter-se fiéis à visão do protótipo RAV-FOUR, apresentado no Salão de Tóquio de 1989. O novo modelo deveria oferecer um espaço generoso num design de carroçaria compacto, desportivo e distinto.

À semelhança de um veículo de todo-o-terreno tradicional, o novo SUV compacto tinha uma posição de condução mais elevada, garantindo uma melhor visibilidade da estrada e do meio envolvente. Além disso, este modelo também foi projetado para assegurar elevadas capacidades de progressão em fora de estrada, assim como os mais elevados padrões de segurança e conforto.

Pioneiro na eletrificação

Ao longo destas suas três décadas de existência e cinco gerações, o Toyota RAV4 foi sendo reinventado, evoluindo sempre para antecipar as alterações nas preferências dos utilizadores.

A inovação e a adoção precoce da eletrificação têm estado no centro do desenvolvimento do SUV compacto da Toyota, que já acumulou mais de 14 milhões de unidades vendidas desde 1994.

Três anos após o início da sua comercialização, a marca japonesa apostou na introdução de novas tecnologias para reduzir o impacto ambiental quando uma versão elétrica a bateria (BEV) foi colocada à venda em mercados selecionados.

Na sua terceira geração, em 2016, o RAV4 recebeu a tecnologia híbrida (HEV), complementando a gama existente de motores eficientes a gasolina e diesel. Um híbrido plug-in (PHEV) entrou na gama em 2020, enfatizando a abordagem multi-tecnológica da Toyota no caminho para a neutralidade carbónica.

RAV-FOUR

A antevisão do futuro SUV compacto com tração às quatro rodas da Toyota foi dada a conhecer através do protótipo RAV-FOUR, no Salão Automóvel de Tóquio de 1989. 

Na altura era apenas um estudo de design sem nenhum dos pormenores necessários para um modelo de desenvolvimento real, mas foi recebido com entusiasmo pelo público.  Em 1991, o projeto recebeu luz verde e o trabalho de desenvolvimento começou. 

Primeira geração: 1994 – 2000

A primeira geração do RAV4 foi revelada no Salão Automóvel de Genebra de 1994. Este modelo tinha uma carroçaria com duas ou três portas e tinha um comprimento exterior de 3,69 metros. Os designers da Toyota procuraram criar um visual arrojado, rompendo com as convenções ao dar-lhe curvas apelativas e linhas únicas. 

Uma roda sobresselente montada na traseira indicava as capacidades todo-o-terreno do RAV4, mas o novo estilo era adequado tanto para ambientes rurais como urbanos. Por baixo do capot encontrava-se um motor a gasolina de 2,0 litros com 129 cv, montado transversalmente, enquanto a transmissão proporcionava uma tração integral permanente. 

As inovações que estavam destinadas a tornar-se a norma incluíam uma carroçaria monocoque leve e uma suspensão traseira independente. A posição de condução elevada do RAV4 proporcionava uma maior visibilidade, enquanto o seu tamanho compacto facilitava as manobras. O seu comportamento ágil e o conforto dos passageiros assemelhavam-se mais a um hatchback do que a um veículo AWD. 

Em 1996, a gama foi alargada para incluir uma versão de cinco portas (com 4,1 metros de comprimento) e a opção de tração dianteira de duas rodas, seguindo-se um soft-top de três portas. Em 1997, uma versão elétrica a bateria (BEV) com tração dianteira foi colocada à venda em mercados selecionados. Tinha uma potência modesta de 45 kW (63 cv), com baterias de níquel-hidreto metálico instaladas sob o piso, e uma autonomia estimada de aproximadamente 200 km.

Segunda geração: 2000 – 2006

A entrada no novo milénio foi acompanhada pelo lançamento da segunda geração do SUV compacto da Toyota. A plataforma era nova, assim como a suspensão, que em combinação com o sistema de tração integral, permitia uma condução energética, mas, confortável, quer em estrada como fora dela. As versões de três e cinco portas eram ligeiramente mais compridas, 5,5 cm e 4 cm, respetivamente.

O conforto interior, por seu lado, foi reforçado por uma sensação mais premium. Novas proporções, uma maior amplitude de deslizamento dos bancos e várias configurações dos bancos traseiros criaram um habitáculo funcional e confortável.

No capítulo mecânico estavam disponíveis dois motores a gasolina: 1,8 litros com 123 cv e 2,0 litros com 150 cv. O sistema de tração às quatro rodas permanente adoptou um diferencial central de deslizamento limitado, enquanto os clientes podiam especificar um diferencial traseiro Torsen como opção de fábrica. 

Em 2001, o RAV4 passou a ser equipado pela primeira vez com uma unidade diesel de injeção direta D-4D de 2,0 litros com 116 cv.

Terceira geração: 2006 – 2012

Baseado numa plataforma total nova, a terceira geração do RAV4 passou a estar disponível exclusivamente com carroçaria de cinco portas e com mais 15 centímetros de comprimento do que o seu antecessor. 

Esta terceira geração recebeu um novo sistema de tração integral da Toyota, com um acoplamento controlado eletronicamente que funciona automaticamente, de acordo com a velocidade do veículo, o funcionamento do acelerador, o ângulo de direção e as forças G.

As capacidades de condução do RAV4 foram desenvolvidas com a primeira aplicação do Controlo de Assistência em Descidas e do Controlo de Assistência ao Arranque em Subidas. 

A escolha de motores também foi alargada, com blocos a gasolina de 2,0 litros, 2,4 litros, 2,5 litros e 3,5 litros, além de um novo diesel de 2,2 litros.  

Quarta geração: 2013 – 2018

Na sua quarta geração, o RAV4 viu ser aumentada a distância entre-eixos, o que permitiu um novo aumento de 23,5 centímetros no comprimento exterior, possibilitando a disponibilização de mais 47% de espaço para bagagem em comparação com o seu antecessor.  

A suspensão foi totalmente revista para melhorar o conforto em andamento e o envolvimento do condutor sem sacrificar a estabilidade. O RAV4 passou a contar com  uma tecnologia AWD mais avançada com a incorporação do novo sistema inteligente de Controlo Dinâmico do Binário e a adição de duas novas funções: controlo em curva e um modo de condução desportivo. 

A oferta mecânica assentava originalmente em motores a gasolina de 2,0 e 2,5 litros e motores diesel de 2,0 e 2,2 litros. Em 2016 ocorreu a entrada na era da eletrificação, com a chegada de uma linha motriz híbrida que desenvolvia uma potência total de 197 cv com tração integral eletrónica E-Four. 

Quinta geração: 2018 – 

No início de 2019 surgia na Europa a atual geração do RAV4 e foi o primeiro SUV a ser construído sobre uma plataforma da Nova Arquitetura Global da Toyota, a qual contribuiu para centro de gravidade baixo, peso leve e um chassis forte para uma manobrabilidade e estabilidade excecionais.

Na Europa Ocidental, a gama foi disponibilizada exclusivamente com tecnologia híbrida da Toyota, designadamente o novo motor Hybrid Dynamic Force de 2,5 litros, que trouxe ganhos significativos em termos de potência, resposta e eficiência.

Em 2020, a quinta geração ganhou uma linha motriz híbrida com bateria recarregável externamente, que se carateriza por combinar uma elevada potência combinada de 306 cv e eficiência, o que se traduz num nível baixo de consumo de combustível e de emissões de dióxido de carbono.    

GR Sport: 2023 –

A oferta do RAV4 foi alargada com a introdução da versão GR Sport plug-in hybrid, que adiciona estilo e equipamento desportivo, inspiradas na Toyota Gazoo Racing.

LEIA TAMBÉM
Toyota RAV4 PHEV 2.5 HDF AWD-i Lounge. Um exemplo de eficiência híbrida

Entre os elementos distintivos destaque para as jantes de liga leve de 19 polegadas e os pormenores de design exclusivos, complementados por uma afinação de suspensão específica que melhora o comportamento e proporciona uma experiência de condução mais envolvente. 

Sete mil unidades em Portugal

No nosso país já foram comercializadas mais de sete mil unidades do RAV4 desde o seu lançamento, sendo este modelo uma das referências do segmento dos SUV-D.

Com o lançamento em 2021, da versão Plug-In Hybrid da atual geração, o RAV4 ascendeu ao topo da tabela de vendas do subsegmento D-SUV PHEV, posição que mantém. Em 2021/2022 e 2023 foi o modelo mais vendido no segmento SUV-D PHEV em Portugal.