Mobieco

Publicidade

Tesla quer Model 3 mais acessível para concorrer com Volkswagen ID 3

Texto: Carlos Moura
Data: 30 de Agosto, 2020

A Tesla está a desenvolver um novo processo de produção para permitir o lançamento em 2021 de um Model 3 mais acessível para enfrentar modelos como o Volkswagen ID 3 ou o Peugeot e-208.

A Tesla continua a procurar aumentar o volume de vendas em todo o mundo e intrometer-se entre os construtores tradicionais com um modelo compacto mais acessível.

A marca fundada por Elon Musk pretende lançar um novo modelo para o mercado europeu que será uma versão revista e adaptada do atual Model 3 e poderá ser produzido na nova fábrica de Berlim juntamente com a berlina.

O Model 3 europeu destina-se a concorrer com modelos elétricos com carroçaria hatchback, casos do novo Volkswagen ID 3 e do Peugeot e-208, entre outros.

LEIA TAMBÉM
Elon Musk quer produzir um Tesla mais barato na Europa

A fábrica da Tesla na Alemanha deverá iniciar as operações em julho de 2021 e será utilizada para produzir um modelo mais pequeno e compacto, graças ao que é descrito por Elon Musk como “uma revolução na engenharia de carroçarias”, materializada numa gigantesca máquina de prensagem de alumínio.

A Telsa patenteou o sistema no ano passado que consiste numa máquina que simplifica o processo de montagem da estrutura da carroçaria, operação que tradicionalmente é realizada pela união, soldagem e colagem de vários painéis e peças.

Redução do número de componentes

Elon Musk defende que o processo, já utilizado na fábrica da Tesla da Califórnia para o SUV Model Y, reduz o número de peças individuais de 70 para apenas duas, permitindo produzir de forma mais barata e simples.

Em teoria, a nova máquina e a robustez resultante da estrutura do carro poderia permitir a montagem da secção traseira de um hatchback compacto clássico no Model 3.

Outra forma de diminuir os custos de produção para concorrer com o Volkswagen ID 3 passa pela redução da capacidade da bateria, da autonomia e das prestações do Model 3.

A versão de entrada do modelo atual já oferece uma aceleração dos 0 aos 100 km/h de 5,3 segundos, um valor mais que suficiente para bater os principais concorrentes do segmento.

Mais ainda não se sabe se a versão europeia do Model 3 irá receber a bateria de 50 kWh, que oferece uma autonomia de 408 km em ciclo de testes WLTP. Como este componente representa até 75% do custo de um veículo elétrico novo será de admitir novidades nesse capítulo.