Mobieco

Tesla lidera ranking de valorização das marcas

Texto: Nuno Fatela
Data: 9 Julho, 2019

Um estudo avaliou a evolução na popularidade dos vários fabricantes online durante a última década. Além da Tesla liderar, por larga margem, destaque para a presença da Jeep e McLaren no pódio do ranking de valorização das marcas

As dúvidas relativamente à produção e performance financeira da Tesla podem ser muitas. Mas há algo de que ninguém duvida. A marca americana é um caso de sucesso mediático. Com uma enorme popularidade, muito alavancada pelo crescente interesse pela mobilidade elétrica, o nome do fabricante fundado por Elon Musk corre o mundo. Mais uma prova é este ranking de valorização das marcas durante a última década.

Tesla: +384%
Jeep: +74%
McLaren: +36,7%
Jaguar: +34%
Lamborghini: +27,3%
Pagani: +25%
Nissan: +6,6%
Land Rover: +6,2%
Toyota: +4,8%
Ford: +4,5%
Mini: +2,4%
Honda: -0,4
BMW: -0,6%
Audi: -3,5%
Mazda: -5,3%
Porsche: -7,2%
Mercedes: -8,4%
Bugatti: -9,9%
Volkswagen: -10,4%
Bentley: -12,5%
Chevrolet: -19,2%
Vauxhall (Opel): -23,8%
Fiat: -24,9%
Ferrari: -30,8%
Lotus: -31,1%
Rolls-Royce: -33,1%
Aston Martin: -39,2%

Tirando partido da procura que os SUV têm tido, não é de estranhar que também a Jeep tenha dado um salto enorme. E, com uma gama cada vez mais completa e um design estupendo, a McLaren também ganha lugar no pódio.

Nos restantes dados, existem também algumas curiosidades e evidências. O dado mais insólito será, provavelmente, o aumento de popularidade da Pagani, uma vez que novidades da marca do Sr Horacio têm sido escassas. Outro dado curioso é a descida do triunvirato premium germânico. Uma situação que poderá estar ligada à concorrência cada vez mais feroz que enfrentam. Também dois dos mais carismáticos criadores de desportivos, a Ferrari e a Aston Martin, apresentam uma evolução bastante negativa neste estudo.

Uma crítica a ser feita vai para a ausência de algumas marcas de renome, cuja evolução seria interessante acompanhar. Entre as principais ausentes estão a Peugeot, Hyundai, Lexus, Skoda, Citroën ou Kia. Ou, num campo bem distinto, ver como o interesse na Koenigsegg tem aumentado. Mas, infelizmente, esses dados não estão compilados neste estudo.

Como foi feito o estudo…

Para se perceber como estes dados foram compilados, os autores explicaram a metodologia do ranking de valorização das marcas na última década. Inicialmente foi avaliada a evolução a cada mês dos vários fabricantes no Google Trends, o que lhes valeu uma pontuação entre 0 e 100. Partindo desses dados, foi feita uma média anual. Os resultados finais foram depois obtidos com base na evolução dessa pontuação.

Veja também:

Carregamento ultra-rápido do Model 3 explicado
Tesla Model S contraria depreciação dos elétricos
Tesla Model 3 faz teste do alce sem coiçes (com vídeo)
Quer um carocha com baterias Tesla?
Tesla já “poupou” 4 milhões de toneladas de CO2 à atmosfera

Fonte: CompareTheMarket, via InsideEVS

Partilhar