Publicidade

Das estradas para o céu. AIR4 é a Renault 4L para o futuro da mobilidade

Texto: Francisco Cruz
Data: 26 de Novembro, 2021

Espécie de ponto de encontro entre o Passado e o Presente, a Renault acaba de mostrar o seu mais recente concept, desenvolvido em conjunto com o centro de design especializado em mobilidade, TheArsenale – o AIR4. Quaisquer semelhanças com a icónica Renault 4L não são pura coincidência…

 Showcar sem quaisquer ambições de correlação com a realidade – infelizmente!… -, o AIR4 surge, sim, como uma despedida em grande das comemorações do 60º aniversário do Renault 4. Modelo que, ainda hoje, é recordado com saudade por muitos que tiveram oportunidade de conviver com uma das mais de oito milhões de unidades produzidas ao longo de um período de mais de 30 anos.

Comercializado, durante a sua existência, em mais de 100 mercados em todo o mundo, o Renault 4 recebe, agora, a sua reinterpretação mais futurista. E neste caso, já bastante distante do automóvel ‘blue jeans’ – conforme lhe chegou a chamar o antigo presidente do Grupo Renault  Pierre Dreyfus… – produzido entre 1961 e 1992, e que acabaria por se tonar um verdadeiro ícone. Não apenas da Renault, como também da própria indústria automóvel.

Algum dia imaginou que a 4L poderia voar?....
Algum dia imaginou que a 4L poderia voar?….

Neste concept, desenvolvido em conjunto pela marca do losango e o centro de design TheArsenale, destaca-se, desde logo, a eliminação das rodas e a sua substituição por hélices de duas pás, nos extremos de braços. Neste caso, a anunciarem o “descolar” de um veículo que, embora com as mesmas dimensões e linhas do modelo original, diferencia-se por ser totalmente fabricado em fibra de carbono, apresentando uma rigidez acrescida, como forma de suportar o impulso e a elevação. Até porque o modelo não deixou de ser submetido a ensaios no mundo real.

LEIA TAMBÉM
Crossover compacto. Renault 4ever chega em 2025 c
om ambições premium

“Após um ano de celebração, quisemos criar algo não convencional para encerrar o 60º aniversário da 4L“, destaca o Director de Marketing Global da Marca Renault, Arnaud Belloni. Recordando que, “esta colaboração com TheArsenale surgiu naturalmente. O protótipo de automóvel voador AIR4 é algo ainda não visto e um piscar de olhos de como este ícone poderia ficar daqui a outros 60 anos“.

Por “estradas” a 700 m de altura

Em termos técnicos, o AIR4, cujo chassis assenta no meio do quadro onde também ficam os rotores, enquanto o condutor acede à cabina do veículo, levantando a concha reimaginada do Renault 4, articulada na zona frontal, vai buscar a energia para se locomover a baterias de polímeros de lítio de 22,000 mAh, que geram uma potência total de 90.000mAh.

A nova Renault 4L não circula; voa!
A nova Renault 4L não circula; voa!

Graças ao seu sistema de propulsão, o AIR4 anuncia uma velocidade máxima horizontal de 26m/s, com uma inclinação de 45° durante os voos, e uma inclinação máxima de até 70°. Podendo voar até uma altitude de 700 metros, com uma velocidade de descolagem de 14m/s, limitada a 4 m/s por razões de segurança, e uma velocidade de aterragem de 3 m/s.

Por último, mas não menos importante, o AIR4 oferece um impulso vectorial máximo de 380 kg, ou seja, 95 kg por hélice.

A terminar, referir, apenas, que este veículo é o primeiro produto da divisão ‘Road To Air’ (‘Das Estradas Para o Céu’) do TheArsenale, que prevê que a futura rede de transportes esteja no céu.

Em exibição em Paris

Entretanto e após a apresentação realizada esta sexta-feira, dia 26 de novembro, o AIR4 será exibido, ao público, no Atelier Renault, em plenos Campos Elísios de Paris, França, juntamente com outras versões históricas do Renault 4.

Um ícone da indústria automóvel - a Renault 4L
Um ícone da indústria automóvel – a Renault 4L

A partir de 2022, o AIR4 chegará a solo americano, mais concretamente a Miami e, em seguida, Nova Iorque. Tudo isto, antes de uma passagem rápida por Macau.