Publicidade

Só falta o Nevera. Novo Porsche Taycan estilhaça recorde da Tesla em Nürburgring

Texto: Francisco Cruz
Data: 3 de Janeiro, 2024

Ao que tudo indica, a preparar uma nova versão ultra-performance da sua berlina elétrica, a Porsche não podia ter começado melhor o desafio: ainda como pré-série, o novo Taycan acaba de servir fria a vingança sobre o rival Tesla Model S Plaid, estilhaçando o registo com que o norte-americano havia destronado o modelo alemão, como o mais rápido no Nürburgring!

Para já ainda “no segredo dos deuses” quanto à designação ou até mesmo às características técnicas e prestações, a verdade é que este novo Taycan passa a ser, desde já, o Porsche mais rápido a atacar à mítica pista alemã. Isto, depois de ter feito como melhor volta ao circuito, o tempo de 7:07.55 minutos!

Com esta marca, o fabricante de Zuffenhausen consegue, também, “dar o troco” ao rival que, anteriormente, lhe havia “roubado” o recorde do detentor do veículo elétrico de produção mais rápido no traçado alemão: nada mais, nada menos, que o norte-americano Tesla Model S Plaid, o qual registou então tempo de 7:25.231 minutos, ou seja, mais 17.681 segundos que o tempo registado por este novo Taycan.

Embora ainda como pré-série, o novo elétrico alemão foi, também, mais rápido que o atual Taycan Turbo S, ao fazer menos 26 segundos que este último, ao mesmo tempo que ficava um pouco mais próximo daquele que continua sendo o “Rei dos Elétricos” no traçado alemão – o croata Rimac Nevera, que, na mesma pista, conseguiu realizar uma volta em 7m05,298s. 

LEIA TAMBÉM
Porsche desenvolve segunda geração do Taycan e Panamera EV

O momento de mais este recorde para a Porsche foi, como é hábito, gravado em vídeo, que a marca promete agora divulgar, com novas imagens captadas a partir do posto de condução, lá mais para meados de março. Sendo que, em conjunto com essas imagens, deverão ser igualmente desvendados todos os dados técnicos relacionados com esta nova versão, além do restyling de toda a restante gama Taycan.

Com três motores a debitarem 1.000 cv

Entrando já no domínio da especulação, uma vez que nada está ainda oficialmente confirmado, notícias referem que esta nova versão do Taycan poderá vir a chamar-se Turbo GT, mas também que se destacará pela utilização de, não um ou dois, mas três motores eléctricos. Graças aos quais deverá ser capaz de oferecer uma potência combinada a rondar os 1.000 cv.

Ainda relativamente aos motores, as mesmas notícias apontam para a importância do terceiro propulsor, instalado no eixo traseiro, como forma de garantir, não apenas uma melhor gestão térmica, como também maior capacidade de tracção.

Quanto à bateria, não se sabe ainda se este Taycan utiliza a mesma solução já conhecida de outras versões ou se, pelo contrário, estreia uma nova fórmula química ou design das células. Sempre, com o objectivo de garantir uma mais longa utilização da capacidade máxima do sistema.

Certo, porém, é que a Porsche assumiu já estar a trabalhar com inversores de carboneto de silício, tendo, inclusivamente, aplicado esta nova tecnologia no eixo traseiro do novo Macan EV.  

Nas informações já divulgadas sobre a forma como foi conseguido o recorde, a Porsche refere que o piloto de testes Lars Kern realizou, não apenas uma, mas várias voltas, dentro do mesmo tempo. Algo que não deixa de ser impressionante e invulgar, face à dificuldades que os sistemas de propulsão elétricos têm em manter altos níveis de corrente, durante períodos mais alargados, devido à forma como isso prejudica as células.

Face aos resultados alcançados pelo fabricante, sobe a curiosidade sobre tudo o que está por detrás deste novo Taycan…