Publicidade

Nome de código K1. Porsche pode vir a ter SUV EV de sete lugares em 2027

Texto: Francisco Cruz
Data: 7 de Fevereiro, 2023

A Porsche estará a preparar um novo SUV topo de gama, para posicionar acima do Cayenne, que, além de sistema de propulsão elétrico, contará, ainda, com uma configuração de sete lugares. Para já com o nome de código K1, esta nova proposta só deverá chegar, no entanto, lá mais para 2027.

A notícia é avançada pela britânica Autocar, citando declarações do CEO da Porsche, Oliver Blume, o qual descreve esta proposta para o futuro, como uma “interpretação muito desportiva de um SUV”.

Fontes ouvidas pela revista referem, ainda, que o modelo, conhecido internamente como K1, será algo de totalmente diferente de todo e qualquer modelo de produção já estreado pela marca de Züffenhausen. Primando não apenas por dimensões especialmente generosas, traduzidas num comprimento que deverá ultrapassar os cinco metros, como também por uma carroçaria que, em termos de linhas, procurará fundir “a berlina com o crossover”.

A Porsche prepara-se para dar a conhecer um novo SUV, elétrico, de 7 lugares, para posicionar acima do Cayenne
A Porsche prepara-se para dar a conhecer um novo SUV, elétrico, de 7 lugares, para posicionar acima do Cayenne, e que para já tem o nome de código de K1

De resto e tomando como base a mesma plataforma PPE que servirá, entre outros, o próximo Macan EV, o K1 poderá, inclusivamente e ainda segundo a Autocar, fazer frente a propostas como o Bentley Bentayga, Lamborghini Urus e Aston Martin DBX. Não deixando de ser, igualmente, um rival directo de Mercedes-Benz EQS SUV ou BMW iX.

Ainda sobre a plataforma, as notícias referem que o objectivo inicial da Porsche era basear este novo SUV numa nova derivação da Scalable Systems Platform, denominada SSP Sport. Contudo, um atraso no desenvolvimento desta base, a qual só deverá ficar pronta lá mais para o final da década, terá levado os responsáveis da Porsche a mudar de planos.

Com arquitectura de 920V e autonomia acima dos 700 km

Quanto ao sistema de propulsão, as fontes ouvidas pela Autocar garantem que o K1 beneficiará da mais avançada tecnologia em termos de motores elétricos síncronos, bateria de alto desempenho e sistema de carregamento rápido. Sendo que, na calha, estará uma arquitectura elétrica de carregamento a 920V, sistema de resfriamento dos motores elétricos por óleo, além da utilização da bateria como um componente estrutural do carro, o que não impedirá que anuncie uma capacidade acima dos 100 kWh, além de uma autonomia acima dos 700 km.

LEIA TAMBÉM
CEO da Porsche confirma SUV elétrico grande

A par destes atributos, a possibilidade de integração de um sistema de quatro rodas direccionais, com as traseiras a atingir ângulos de viragem de até 5 graus, sendo que o sistema funcionará em conjunto com um diferencial eletrónico, capaz de fornecer um efeito de vectorização do binário em cada uma das rodas de trás, separadamente.

Apenas para 2027

Finalmente e embora nada esteja definido, é expectável que, até pelo posicionamento, este SUV elétrico K1 venha a ser a proposta mais cara da Porsche, com preços de entrada acima dos 170 mil euros. Embora e para já, esteja previsto apenas para 2027, ou seja, já depois da chegada do Macan elétrico, que deverá chegar em 2024; do Boxster/Cayman EV, previsto para 2025; e da versão 100% elétrica do Cayenne, que a marca alemã espera lançar em 2026.