Mobieco

Publicidade

Revolucionário. NIO ET9 estreia arquitectura de 900V e motor síncrono invulgar

Texto: Francisco Cruz
Data: 1 de Abril, 2024

Numa altura em que as referências da mobilidade exclusivamente elétrica utilizam arquitecturas elétricas de 800V, a chinesa NIO acaba de protagonizar um novo salto tecnológico, ao anunciar a passagem à produção em massa de um novo sistema de accionamento elétrico (EDS) de 900V, a que deu o nome de “Thunder”. Para estrear na já de si inovadora berlina elétrica de topo ET9.

Sobre este novo sistema Thunder EDS 900V, o ainda jovem fabricante chinês revelou que os motores elétricos nos eixos dianteiro e traseiro tornaram-se 30% mais leves, ao mesmo tempo que viram o seu tamanho reduzido em 280 mm. O que, entre outras vantagens, veio ajudar a aumentar igualmente o espaço disponível no habitáculo.

Ao mesmo tempo e por serem mais leves que os antecessores, os novos motores contribuem, também, para uma redução do consumo de energia do veículo.

Foto: NIO
Foto: NIO

Nesta apresentação, a NIO destacou, ainda, o facto do ET9  estrear o primeiro motor elétrico síncrono de iman permanente de 925V W-Pin do mundo, capaz de oferecer um pico de potência de 340 kW (462 cv), e que, por pesar apenas 79 kg, consegue disponibilizar, também, uma densidade de potência de 4,3 kW/kg.

LEIA TAMBÉM
Um marco! NIO ET7 conseguiu realizar mais de 1000 km com uma só carga

Já no eixo dianteiro, o ET9 exibe um motor de indução assíncrono com um pico de potência de 180 kW (245 cv) e que, por sua vez, apresenta uma densidade de potência de 2,6 kW/kg. Com a NIO a garantir que se trata da maior densidade de potência do mundo, em termos de motores elétricos assíncronos.

Com módulo de potência de 1200V

Contudo, o Thunder EDS 900V não se limita a oferecer motores elétricos de vanguarda e energia bruta, mas utiliza, igualmente, um módulo de potência de carboneto de silício de 1200V, com uma densidade de potência de 1315 kW/L e que pode suportar mais de 300.000 ciclos de energia. Além de possuir tecnologia de ondas contínuas capaz de assegurar 86% da potência do motor.

O motor elétrico assíncrono com a maior densidade de potência do mundo, segundo a NIO. Foto: NIO
O motor elétrico assíncrono com a maior densidade de potência do mundo, segundo a NIO. Foto: NIO

Por último e não menos importante, este novo EDS apresenta um sistema de refrigeração líquida revisto e que aumenta a potência contínua de pico do motor em 30%.

A estrear no ET9 

Segundo avança a publicação Car News China, o Thunder EDS 900V, que a NIO começa agora a produzir em massa, será aplicado, pela primeira vez, no ET9, cuja chegada, primeiramente ao mercado chinês, está agendada para 2025.

Ainda sobre este fastback, cujas dimensões passam por um comprimento acima dos 5,2 metros, uma largura de mais de 2,0 metros e uma altura que excede ligeiramente os 1,6 metros, tudo isto mais uma distância entre eixos de 3,250 metros, nota para o facto de ser proposto com uma enorme bateria de 120 kWh e um sistema de propulsão cujo pico da potência chega aos 707 cv.

O ET9 conta com uma bateria "gigante" cuja capacidade chega aos 120 kWh
O ET9 conta com uma bateria “gigante” cuja capacidade chega aos 120 kWh

Proposto com uma configuração de quatro lugares, assim como com uma suspensão activa que faz o carro oscilar e até dançar (!), o NIO ET9 será disponibilizado no mercado chinês com preços a partir de 800 mil yuans, pouco mais de 102 mil euros, à cotação atual.

Lá mais para a frente, é de esperar que o ET9 venha a ser igualmente comercializado na Europa, ou, pelo menos, nalguns mercados europeus.