Naufrágio leva Porsche a retomar produção do 911 GT2 RS

Texto: Nuno Fatela
Data: 19 Março, 2019

Como os clientes que compraram o carro não poderão conduzi-lo no fundo do Oceano Atlântico, a Porsche decidiu retomar a produção para repor os 911 GT2 RS que afundaram num naufrágio perto da costa francesa

Eram para ser produzidos apenas 1000 unidades do Porsche 911 de produção mais potente de sempre, mas afinal vão sair do forno 1004 exemplares do 911 GT2 RS. E a “culpa” é do Grande America, o navio que naufragou ao largo de França e que, além de muito petróleo transportado a bordo (que até criou uma mancha de óleo que causou preocupação às autoridades) também tinha diversos automóveis. E se a Audi do Brasil já tinha confirmado que vários exemplares do A3, A5, Q7, Rs4 e RS5 foram parar ao fundo do mar, ficou agora a saber-se de uma perda ainda mais preciosa.

Segundo informações que foram obtidas pela CarScoops, estariam a bordo quatro unidades do exclusivo 911 GT2 RS, o Porsche de produção mais veloz de sempre em Nurburgring e, com os seus 700cv, também o 911 mais potente fabricado em série. Estes desportivos estaria na companhia de diversos 718 Cayman e Boxster e SUV Cayenne, e a sua perda obrigou a marca a tomar uma medida invulgar. Em carta aos clientes afetados, foi confirmado que a produção do 911 GT2 RS vai ser retomada para garantir que os veículos em causa são entregues. Sem dúvida uma demonstração de preocupação com os seus clientes que vale uma salva de palmas à Porsche…

 

Veja também:

Porsche 911 GT2 RS: o 911 mais potente de sempre
GT2 RS recupera o recorde de Nurburgring
Vai um café com sabor a Porsche?
Autódromo do Algarve a fundo com o Porsche 911 GT2 RS
Bisneto do fundador da Porsche cria marca de desportivos elétricos
TechArt leva o 911 para novos extremos

 

Fonte e foto: CarScoops

Partilhar