Publicidade

É o desligar das máquinas. Mini fez sair da linha de montagem o último Clubman

Texto: Francisco Cruz
Data: 7 de Fevereiro, 2024

A Mini acaba de colocar um ponto final naquela que era a única carrinha na sua oferta, a Clubman, com a saída da linha de montagem de Oxford, da última unidade. Isto, também já a pensar no próximo desafio, de nome Aceman…

O adeus ao Clubman foi cumprido com a montagem da última unidade da edição de despedida ‘Final Edition’, a qual foi apresentada em Abril último, com promessas de produção de apenas 1.969 unidades.

O número procura homenagear o primeiro modelo com a designação Clubman, na oferta da marca britânica, o Leyland Mini Clubman. Modelo lançado em 1969 e que foi uma espécie de antecessor espiritual do atual Clubman.

Entretanto e já depois deste lançamento, a Mini assumiu que não iria lançar nova geração do modelo, optando antes por direccionar os clientes do mesmo, para o Countryman. 

Aliás e segundo também fez questão de frisar a CEO da marca, Stefanie Wurst, só em 2023, a marca britânica vendeu o dobro de unidades Countryman, daquilo que vendeu de Clubman.

LEIA TAMBÉM
Edição limitada. Mini Clubman inicia as despedidas com refinada ‘Final Edition’

Ainda assim e desde que foi introduzido no mercado, em 2007, o Clubman vendeu, até aos dias de hoje, mais de 1,1 milhão de unidades. 

De resto, este modelo foi também o primeiro a beneficiar de tracção às quatro rodas, numa versão introduzida em 2016 e a que foi dado o nome de All4. 

Quanto à fábrica de Oxford, vai agora ser convertida de forma a passar a produzir elétricos, a começar, no novo crossover zero emissões Aceman.