Publicidade

A apontar ao Yaris. Novo MG3 renova-se com inovador híbrido de 190 cv

Texto: Francisco Cruz
Data: 27 de Fevereiro, 2024

Já presente no mercado nacional, a MG acaba de dar a conhecer a segunda geração do seu modelo de entrada, o MG3, que, a partir de agora, passa a estar disponível apenas e só com uma estreante motorização híbrida de 190 cv. Mas também e ao contrário do que acontecia até aqui, em todos os mercados europeus, Portugal incluído.

Utilitário compacto apontado ao segmento B e, em particular, ao Toyota Yaris, o novo MG3 aposta num visual em linha com o das berlinas maiores da MG, ao mesmo tempo que, fruto de um aumento das dimensões exteriores (4,11 m de comprimento, 1,79 m de largura e 1,50 m de altura), passa também a anunciar um maior espaço interior. Não só para os ocupantes, como também para a carga, a qual passa a dispor do maior espaço (293 litros) do segmento.

E se, neste último aspecto, o MG3 suplanta, mesmo, o Yaris e a sua bagageira com uma capacidade de apenas 286 litros, já no que à digitalização diz respeito, o modelo chinês também não fica atrás, ao oferecer um painel de instrumentos digital de 7”, mais um ecrã central táctil de 10,25” com navegação e emparelhamento Android Auto/Apple CarPlay, além do sistema de conectividade iSMART. 

De resto e num habitáculo com vários botões físicos, tanto na consola central, como no volante, nota, ainda, para a presença de quatro entradas USB, ar condicionado, sistema de som com seis colunas e ligação Bluetooth. Com os níveis de equipamento superiores a oferecerem, ainda, acesso sem chave, bancos em couro e visualização 360° em redor do veículo, mais sensores traseiros.

LEIA TAMBÉM
Com Portugal à espreita. MG agenda apresentação do utilitário 3 para Genebra

Ainda no capítulo do equipamento de segurança, a garantia, em todas as versões, não apenas da câmara traseira, mas também do pacote MG Pilot ADAS, com sistema de manutenção na faixa de rodagem e alerta de saída de faixa, Cruise Control Adaptativo, alerta de colisão frontal e apoio ao arranque em subidas.

Híbrido inovador

Lançado na Europa com três níveis de equipamento – Standard, Comfort e Luxury -, o novo MG3 vai estar também disponível, apenas e só, com uma motorização híbrida de última geração e que é também a primeira motorização do género presente num MG. A qual se destaca pelo facto de  ser composta por um quatro cilindros 1,5 litros a gasolina com 102 cv, um motor elétrico de 136 cv, um motor gerador independente capaz de oferecer vários modos híbridos de utilização, uma bateria cuja capacidade (1,83 kWh) é três vezes maior que a da concorrência, e uma transmissão automática de três velocidades que a MG garante trazer vantagens face à mais usual CVT. 

Resultado deste sistema, a promessa, no utilitário chinês, não apenas de mais eficiência e melhores consumos, estes últimos traduzidos numa média anunciada de 4,4 l/100 km, com emissões de 100 g/km de CO2, mas também prestações que, resultado dos 190 cv de potência combinada, se traduzem numa aceleração dos 0 aos 100 km/h em apenas 8 segundos. Ou seja, quase dois segundos mais rápido que os rivais directos.

Ainda quanto ao funcionamento do sistema Hybrid Plus, nota para o facto de, a acrescer aos três modos de condução (Eco, Standard e Sport), a possibilidade de utilização do sistema híbrido segundo um de cinco modos de utilização, a começar num modo EV, que permite circular com recurso apenas e só à energia elétrica que exista na bateria. E ao qual se junta um segundo modo em que é o motor gerador a alimentar o motor elétrico para fazer rodar as rodas; um terceiro, em que o movimento das rodas fica a cargo do motor elétrico, que também envia energia para a bateria sempre que a carga desce abaixo de um determinado nível; um quarto modo, em que cabe ao motor de combustão fazer rodar as rodas, enquanto o motor gerador carrega a bateria; e, finalmente, um quinto modo, em que, tanto o motor a combustão, como o motor elétrico, accionam as rodas.

A complementar todas estas inovações, o anúncio, ainda, da integração, nesta nova geração, de vários novos componentes de “rigidez ultra-alta” ao chassis, o que, em conjunto com uma nova configuração da suspensão, terá trazido melhorias em termos de sensações de condução, refinamento da direcção e isolamento acústico.

Para meados do ano

Participante naquele que é um dos mais competitivos segmentos do mercado automóvel europeu e com o foco apontado, em particular, a propostas como o Toyota Yaris ou o Renault Clio, o novo MG3 deverá chegar aos mercados da Europa em meados de 2024. E, muito provavelmente, com preços abaixo dos 20 mil euros

Resta, por isso, aguardar…