Mobieco

Publicidade

Crossover elétrico. Lançamento do Mercedes-Benz EQA adiado para 2021

Texto: Carlos Moura
Data: 21 de Setembro, 2020

O crossover elétrico Mercedes-Benz EQA deveria ser lançado no final deste ano, mas o início da comercialização foi adiado para a primavera de 2021. O atraso deve-se à reorganização das atividades de produção de veículos elétricos da marca alemã.

A Mercedes-Benz adiou o lançamento oficial do novo EQA para 2021. A produção deste crossover elétrico está agendada para o terceiro trimestre de 2020 e o início das vendas até final do ano.

Todavia, a reorganização das atividades de produção de veículos elétricos, associada à dificuldade de obtenção de células para as baterias e as interrupções causadas pela crise pandémica do COVID-19 obrigaram o construtor de Estugarda a adiar o lançamento do novo modelo por seis meses.

Desenvolvido com base na segunda geração do crossover GLA, o EQA deverá assumir-se como um concorrente do novo Volkswagen ID 3, que acabou de ser lançado em Portugal.

Uma das alterações organizacionais que afetaram o plano de lançamento foi a mudança do local de produção do futuro EQB. O terceiro modelo da família EQ deveria ser montado na fábrica de Hambach, em França, de onde saía do smart fortwo.

LEIA TAMBÉM
Mercedes-Benz poderá lançar ainda mais modelos compactos

Todavia, as conversações para a venda das instalações à Ineo para produzir o todo-o-terreno Grenadier e a decisão subsequente de transferir o fabrico do EQB para Rastatt, na Alemanha, onde vai ser ser construído o EQA, levaram ao atraso dos planos de lançamento do modelo de entrada nas gama de veículos elétricos da Mercedes-Benz.

Versão desportiva preparada pela AMG

A marca alemã prevê a disponibilização de duas versões do EQA, com um único motor elétrico na frente ou, em opção, dois motores elétricos e tração integral.

O EQA é o primeiro de três novos veículos elétricos da Mercedes-Benz que vão ser comercializados em 2021, juntamente com o EQB e o EQS. Um quatro modelo, EQE, deverá chegar em 2022.

Entretanto, correm rumores que a divisão de performance AMG da Mercedes-Benz deverá estar a preparar uma variante desportiva do EQA de tração integral.