Publicidade

Porque também acontece aos grandes! Lamborghini chama Urus à oficina

Texto: Carlos Moura
Data: 27 de Maio, 2024

A Lamborghini vai contactar os proprietários do Urus para levarem o seu SUV a uma oficina da marca para resolverem um problema nos rebites de trava do capot, o qual poderá levantar ou mesmo saltar em andamento e a alta velocidade.

A Lamborghini está a contactar os proprietários do SUV por causa de um problema detetado com o capot que pode abrir ou saltar do veículo. A chamada à oficina, que inclui as versões Performante e S de 2023-2024, afecta 2133 veículos, mas o fabricante está convencido que apenas 2% têm esse defeito.

O problema está relacionado com os rebites de trava do capot. A Lamborghini descobriu que os rebites que mantém prendem o capot podem ter uma deformação devido a um processo inconsistente de fabrico por um fornecedor.

A velocidades superiores a 150 km/h, o defeito poderá dar origem a pequenas folgas entre o capot e o pára-choques. O aumento do fluxo de ar poderá colocar sobre pressão o mecanismo de fecho, podendo o capot levantar, tapando a visibilidade ao condutor e danificar o pára-brisas. O capot também pode saltar, constituindo um perigo para os outros condutores.

Capot saltou na Indonésia

A Lamborghini tomou conhecimento acerca deste potencial problema em agosto quando surgiram duas reclamações em garantia acerca do desalinhamento entre o capot e o pára-choques. Nessa altura iniciou uma investigação com o fornecedor. O fabricante não teve conhecimento de qualquer outro e trabalho com o seu fornecedor para melhorar o processo de fabrico.

No passado mês de fevereiro, quando o capot de um Urus se soltou a alta velocidade na Indonésia, a Lamborghini iniciou uma nova averiguação e descobriu o problema nos rebites de trava.

LEIA TAMBÉM
Este é o som do Lamborghini Urus

A Lamborghini vai começar a notificar os clientes afetados no final de junho e início de julho, e recomendará aos proprietários para levarem o seu SUV a um concessionário para inspeção.

Para resolver o problema, a marca poderá reparar o capot, montar um placa de suporte na trava, ou ambos. O fornecedor começou a produzir peças mais robustas para utilização pelos Lamborghini no início de fevereiro.