Publicidade

Um touro menos conhecido? Sucessor do Huracán poderá chamar-se Temerário

Texto: Francisco Cruz
Data: 9 de Abril, 2024

Colocado o ponto final na produção do Huracán e do seu não menos deslumbrante V10, a Lamborghini está já a trabalhar no sucessor, o qual parece agora já ter nome: Temerário. O registo terá sido feito recentemente, sendo que, o novo superdesportivo de entrada de gama, na marca do touro enraivecido, poderá “saltar para a arena” durante a segunda metade de 2024. 

Embora ainda sem qualquer confirmação oficial, o nome ‘Temerário’ foi recentemente apresentado, pela Lamborghini, juntamente com um pedido de registo, no Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia. Acompanhado, igualmente, do renovado emblema da marca de Sant’Agata Bolognese.

A apresentação do nome que poderá recair sobre o sucessor do Huracán
A apresentação do nome que poderá recair sobre o sucessor do Huracán

Apesar de, nos documentos apresentados, o fabricante nunca referir que o novo nome tem como destino o sucessor do Huracán, a verdade é que, face ao momento em que o pedido é feito e conhecida que é a intenção da marca de apresentar um sucessor para aquele que era um dos seus best-sellers, tudo parece apontar para que ‘Temerário’ seja, efectivamente, o nome do modelo que sucederá ao Huracán. 

Ainda sobre o nome, vale a pena salientar o facto deste não parecer ter origem em qualquer um dos mais famosos touros que passaram pelas arenas espanholas, opção que é, há muito, uma tradição na marca de Sant’Agata. Não deixando, ainda assim, de remeter para aquele que é o espírito da generalidade dos modelos Lamborghini.

LEIA TAMBÉM
Lanzador Concept. Lamborghini explica o porquê de um EV SUV e não berlina

Quanto ao carro que terá a responsabilidade de dar continuidade ao sucesso conseguido pelo Huracán, notícias já surgidas na imprensa internacional apontam no sentido que venha a ser um híbrido plug-in, não estando fora de hipótese a possibilidade da escolha recair no V8 biturbo, com componente elétrica de carregamento externo, que a marca já assumiu poder estrear no futuro Urus PHEV.

Seja como for, é também expectável que este novo superdesportivo possa vir a oferecer, mesmo com a perda do famoso V10 5,2 litros naturalmente aspirado, mais potência do que os 640 cv anunciados por aquela que era a sua versão mais potente…

O V10 5.2 instalado no Huracán
O V10 5.2 instalado no Huracán