Publicidade

São anos!… Lamborghini avisa que lista de espera para Revuelto já é longa

Texto: Francisco Cruz
Data: 18 de Janeiro, 2024

Primeiro modelo híbrido plug-in na oferta da marca da Sant’Agata Bolognese, o Lamborghini Revuelto não podia estar a protagonizar melhor estreia – com uma já extensa lista de pedidos, caso seja encomendado agora, o superdesportivo só deverá ser entregue ao seu legítimo proprietário dentro de três anos, sensivelmente!…

Depois de ter dado início às entregas das primeiras unidades no final de 2023, eis que a Lamborghini  revela, agora, que, aquele que é, também, o primeiro “touro enraivecido” com propulsão híbrida plug-in, tem vindo a conhecer uma procura assinalável!

A confirmar tal situação, a já longa lista de encomendas que o fabricante de Sant’Agata Bolognese tem na sua posse e que, segundo o mesmo, vai fazer com que, os clientes que encomendem, neste momento, o seu Revuelto, só possam contar com o “brinquedo novo” lá mais para o final de 2026!

De resto, a agravar o panorama, surge o facto da Lamborghini estar, neste momento, a produzir e vender apenas a versão base do modelo. Sendo que, no horizonte, está igualmente o lançamento não só de variantes mais “hardcore”, como de várias outras edições especiais que o fabricante conseguir fabricar. 

LEIA TAMBÉM
Em vídeo. Lamborghini revela como é feito o inovador Revuelto

Contudo e face ao nível procura registada para esta primeira versão, o mais certo é que a estratégia a aplicar com o Revuelto venha a ser idêntica à utilizada no Aventador. Modelo do qual a Lamborghini levou sete longos anos (!) a produzir apenas a versão original, até que deu a conhecer a primeira variante, o Aventador Super Veloce Jota LP770-4.

Ano de 2023 com novo recorde histórico

Aliás, se há coisa que a Lamborghini não precisa de ter, é pressa em apresentar novos produtos. Uma vez que, bastam os atuais, para que o negócio continue a somar recordes!

A demonstrá-lo, os 10.112 carros vendidos em 2023, o que constitui um novo recorde na história da marca do touro enraivecido. Ainda que e neste caso, não tanto devido à aposta feita nos superdesportivos, mas, bem mais, nos SUV.

Tal como já acontecera em 2022, também em 2023 acabou sendo o Urus a impulsionar, de forma determinante, o crescimento nas vendas da marca de Sant’Agata Bolgonese. E, isto, apesar de estarmos a falar de um carro que, neste momento, custa mais 230 mil euros!

Quanto aos mercados preferenciais, destaque para a performance conseguida na chamada região geográfica conhecida como EMEA, sinónimo de Europa, Médio Oriente e África, onde a Lamborghini viu as vendas subirem 14%. Resulta da entrega de perto de 4.000 veículos a clientes.

Já nas Américas, as vendas subiram 9%, para um total de 2.465 carros entregues, enquanto, na Ásia-Pacífico, a subida foi de 4%, fruto da entrega de um total de 2.660 veículos.

Apenas como curiosidade, referir ainda que, mesmo com estas subidas, a Lamborghini acabou entregando menos carros que a rival Ferrari… em 2022. Isto, porque a marca do ‘cavallino rampante’ ainda não divulgou os resultados relativos ao ano que passou, mantendo, assim, como resultado mais recente, os 13.200 carros entregues globalmente, em 2022.