Lamborghini Húracan Evo: Darwin aplicado aos automóveis

Texto: Nuno Fatela
Data: 7 Janeiro, 2019

A Origem das Espécies é um dos livros mais famosos de sempre, onde Charles Darwin explicou como as espécies vão evoluindo continuamente para melhor se adaptarem ao ambiente onde vivem. Este Lamborghini Húracán Evo é exemplo disso, evoluindo e ganhando a capacidade para se adaptar com mais eficácia a cada centímetro de asfalto que pise

Charles Darwin ficou famoso pela sua Teoria da Evolução, onde explica, entre outras coisas, que as espécies se vão adaptando continuamente ao meio ambiente onde vivem. Agora um touro bem especial demonstra esse progresso: o Lamborghini Huracán Evo. Lançado em 2014, e  surgindo depois na versão Performante, o modelo ganha agora uma versão que terá ainda maior capacidade de adaptação.

 

E, já que falamos de evolução, o maior segredo deste novo desportivo passa precisamente pelas novas soluções tecnológicas implementadas, que lhe garantem a capacidade para se adaptar a cada momento de condução com mais eficácia. Por isso, Stefano Domenicali, o CEO da marca transalpina, explica que “o Lamborghini Huracán Evo é a própria definição de evolução: está um passo à frente, redefinindo os parâmetros do segmento. É extremamente fácil de conduzir, ao mesmo tempo que oferece a capacidade de condução mais responsiva, sensorial e ágil em todos os terrenos”.

Intensamente performante

Sob a cobertura do motor do Lamborghini Huracán Evo encontramos o mesmo bloco V10 5,2L atmosférico que já conheciamos do Huracán Performante. Ou seja, no coração deste touro estão 640cv (às 8000RPM) e 600Nm (às 6500RPM), que lhe garantem uma relação peso/potência de 2,22kg/cv, graças aos seus 1422kg. Isto significa que as acelerações até aos 100 km/h são cumpridas em 2,9 segundos e a velocidade máxima será de 325km/h. Ou seja, sem modificações em relação ao Performante.

 

Maior eficácia mecânica

Um dos grandes exemplos da Teoria da Evolução que surge em A Origem das Espécies é dado pelos animais das Ilhas Galápagos, com características específicas devido ao terreno que ocupam. Também no Lamborghini Húracan Evo temos essa adaptabilidade…   Se o “coração” é o mesmo do Huracán Performante, quais as razões para que a marca designe este novo modelo como uma evolução? O segredo principal está no Controlo Preditivo para o Controlo do Veículo, que resulta da combinação entre o controlo dinâmico, a tração integral e a direção. Desta junção resulta, afirmam os “naturalistas” de Sant’Agatta Bolognese, uma evolução na resposta, agilidade e facilidade de condução.

 

Para que o Lamborghini Huracán Evo seja capaz de “prever o futuro” revela-se extremamente importante o novo LPI 2.0. Esta sigla designa a Piattaforma Inerziale, que monitoriza em tempo real as reações às forças laterais, longitudinais e verticais sofridas pelo desportivo. É ela que permite a adaptação instantânea da suspensão, que foi melhorada, a cada mudança de condições durante a condução. Também alvo da atenção dos engenheiros foram o controlo de tração e a vetorização de binário, agora direcionado de forma independente para cada roda. E isso, em combinação com o eixo traseiro direcional, garante uma agilidade superior em curva e maior estabilidade em reta, independentemente de circular no modo Strada, Sport ou Corsa.

Maior eficácia aerodinâmica

As mutações das espécies naturais ao longo do tempo costumam ser visíveis em determinadas características que mostram a sua adaptação ao meio ambiente. Como foi exemplificado com a evolução dos tentilhões das Galápagos. O mesmo acontece com o Lamborghini Huracán Evo, cujo novo para-choques dianteiro não serve apenas para enfatizar a personalidade do desportivo mas também, pelo splitter integrado, garante maior eficácia a rasgar o vento.

 

A lateral é assinalada pelos traços hexagonais, enquanto na retaguarda as saídas de escape são agora colocadas ao centro. Tal como acontece com o “irmão” Huracán criado para competição. E, já que as vocalizações são uma das formas que as espécies encontram para comunicar, seguramente que o Lamborghini Huracán Evo se fará notar na selva de asfalto. Porque, indica a marca, a evolução das notas de escape vem refletir a potência e habilidades dinâmicas superiores deste touro.

Para terminar, referimos mais uma evolução, neste caso do interior do Huracán Evo. A bordo o condutor passa a ter disponível um novo infotainment, com ecrã de 8,4” e que ganha evoluídos comandos gestuais como mais uma alternativa aos controlos por toque e vocalização de ordens com recurso à Siri. E é ainda disponibilizado um sistema de telemetria com duas câmaras, para que possa gravar e analisar ainda mais minuciosamente a evolução das suas capacidades ao volante. E, porque cada um destes touros pode ser verdadeiramente único, além de novos revestimentos e opcionais surgem ainda os atributos específicos da divisão de personalização Ad Personam para o Lamborghini Huracán Evo.

 

Partilhar