Mobieco

Publicidade

Duelo na Baja 1000. Glickenhaus desafia Musk a provar a valia da Cybertruck

Texto: Francisco Cruz
Data: 5 de Janeiro, 2021

Depois de Elon Musk ter considerado a tecnologia de propulsão a hidrogénio “tremendamente estúpida”, eis que surge agora o fundador da Scuderia Cameron Glickenhaus (SCG), Jim Glickenhaus, a lançar o repto ao fundador da Tesla: e que tal um confronto entre a elétrica Cybertruck  e um todo-o-terreno SCG movido a hidrogénio?

O “desafio” foi lançado através da rede social Twitter, a mesma em que Elon Musk considerou a tecnologia de propulsão a hidrogénio “tremendamente estúpida”. Isto, ao mesmo tempo que afirmava que a Baja 1000, prova de todo-o-terreno que tem lugar na península mexicana de Baja Califórnia, seria um palco excelente para colocar à prova a sua pickup elétrica Cybertruck.

“Vamos a isso!”, acaba de responder Jim Glickenhaus, prometendo que “nós construiremos um Boot impulsionado a hidrogénio e poderemos ambos competir na edição de 2023 da Baja 1000”.

Recorde-se que, além de criar superdesportivos como o SCG 003, o pequeno fabricante de automóveis criado pelo também produtor e diretor cinematográfico, fabrica, igualmente, propostas todo-o-terreno extremas, como é o caso do Boot – um buggy de competição que, diga-se, já bateu, por duas vezes, o gigante Ford, na Baja 1000.

O SCG Boot

Aproveitando as palavras escritas por Elon Musk, em que o fundador da Tesla afirma que esta prova seria um excelente teste para a sua Cybertruck, Glickenhaus desafia, agora, o rival a provar, em condições reais, que a sua Cybertruck 100% elétrica consegue ser melhor que um SCG Boot FCEV, ou Fuel Cell Electric Vehicle.

Quanto a Jim Glickenhaus, revela, desde já e caso Elon Musk aceite o desafio, que o seu piloto será Thomas Mutch, precisamente um dos homens que contribuiu para a afinação final do Tesla Model S Plaid, no Nürburgring Nordschleife. Mas que, antes disso, foi o piloto responsável pelo desenvolvimento em pista do SCG 004C.

LEIA TAMBÉM
Tesla Cybertruck. Até pode ser feia… mas Musk diz que flutua!

Quanto ao buggy, que ostentará o nome de SCG 004, Glickenhaus acredita que será capaz de fazer mais de 1.600 quilómetros com um único depósito de hidrogénio, o que, a acontecer, permitirá à equipa dispensar a presença de qualquer equipa ou tecnologia de reabastecimento. Aliás, Jim disponibiliza-se para ajudar Musk a encontrar os melhores locais na prova, para colocar os Tesla Superchargers e chegar ao fim…

Aliás, o fundador da SCG aproveita para revelar, também, que o Boot FCEV será lançado no mercado, precisamente, em 2023, sendo que, caso o duelo vá mesmo em frente e o buggy consiga vencer a Cybertruck, tal não deixará de ser uma excelente acção de marketing.