Publicidade

Até já tem preços. Jaguar conclui renovação da gama com novo E-Pace

Texto: Carlos Moura
Data: 30 de Outubro, 2020

Com o lançamento do novo Jaguar E-Pace, a marca premium britânica conclui a renovação de toda a sua gama. A atualização do E-Pace foi mais profunda do que um mero facelift, pois conta com uma nova plataforma para permitir receber motorizações híbridas suaves (MHEV) e híbridas plug-in (PHEV). E até já temos os preços!

Após o lançamento recente do XE e do F-Pace e da atualização do F-Type no ano passado, a Jaguar apresenta o novo E-Pace, que foi totalmente revisto.

Para começar, a antiga plataforma D8, originária da Ford, foi substituída pela nova arquitetura PTA da Jaguar Land Rover. É a mesma alteração que foi feita em 2019 no Land Rover Discovery Sport e no Range Rover Evoque.

A Jaguar reivindica que a nova plataforma proporciona melhorias no comportamento e no conforto a bordo, graças a uma nova afinação da suspensão. Todavia, o objetivo principal consistiu na introdução de novas opções de motorizações.

Seis das sete novas motorizações são híbridas, com exceção da proposta diesel com potência de 161 cv, caixa de velocidades manual e tração dianteira.

O mesmo bloco de 2,0 litros pode ser associado pode ser associado a uma caixa automática de nove velocidades e a um sistema de tração integral. Para melhorar a eficiência conta um sistema híbrido suave de 48V, que inclui um pequena bateria de iões de lítio montada por baixo do fundo da bagageira. Este bloco diesel também é proposto na motorização de 201 cv.

Novo P300e PHEV

A principal novidade, porém, residiu na introdução de uma variante híbrida plug-in, que combina um motor a gasolina de três cilindros e 1,5 litros de 200 cv com um motor elétrico de 109 cv, instalado no eixo traseiro, e uma bateria de 15 kWh por baixo do fundo da bagageira.

Com esta solução, o Jaguar E-Pace PHEV passa a ser a versão mais rápida deste modelo a acelerar dos 0 aos 100 km/h, necessitando de 6,1 segundos, enquanto as emissões de dióxido de carbono anunciadas são de 44 g/km. A autonomia em modo elétrico pode chegar aos 55 km. O consumo médio anunciado do Jaguar E-Pace P300e PHEV é de 2,2 l/100 km.

As outras propostas a gasolina são baseadas no motor de quatro cilindros de 2,0 litros mild-hybrid que oferece níveis de potência de 200 cv, 250 cv e 300 cv. Todos têm caixa de velocidades automática, de oito relações no PHEV e nove nos restantes, e tração integral.

LEIA TAMBÉM
Jaguar Land Rover desenvolve “touchscreen” sem contacto

O sistema de tração às quatro rodas também é novo e permite “desligar” o eixo traseiro durante a condução em cruzeiro para aumentar a eficiência. Todavia, a versão P300 Sport utiliza a afinação Active Driveline, que, além de distribuir o binário entre ambos os eixos, também pode colocar até 100% de binário no eixo traseiro em apenas 0,1 segundos.

Entre as outras alterações dinâmicas incluem-se um novo modo automático de resposta adaptativa à superfície (Adaptive Surface Response) do sistema Drive Control.

Alterações no design exterior

Exteriormente, o novo Jaguar E-Pace diferencia-se pelo novo desenho da abertura inferior, que agora apresenta a característica faixa. O novo design na grelha com detalhes de diamantes reflete a influência clara do logótipo tradicional Jaguar, e inclui um moderno acabamento em Noble Chrome. As grelhas laterais incluem agora o icónico logótipo Jaguar.

Os faróis em LED integralmente novos com luzes diurnas (DRL) “Double J”, disponíveis com a tecnologia LED Pixel opcional, disponibilizam maior resolução e luminosidade.

A função de Máximos Adaptativos examina a estrada e adapta o feixe de máximos de forma automática através da seleção de diversos segmentos LED tendo em consideração o trânsito ou os sinais de trânsito para otimizar a visibilidade sem distrair os restantes condutores.

O para-choques inferior traseiro incorpora um novo detalhe na grelha, posicionado entre as ponteiras de escape integradas de série nos motores a gasolina de quatro cilindros. Os restantes motores são disponibilizados com os novos e finos acabamentos de faixa horizontal.

Na especificação funcional R-Dynamic, o novo E-Pace inclui vários elementos de design exclusivos que asseguram uma aparência centrada na performance. Todos os modelos estão disponíveis com o Black Exterior Pack opcional, que proporciona um aspeto ainda mais dinâmico, com elementos personalizados em acabamento Narvik Black.

Nova arquitetura EVA 2.0 no interior

No interior, as alterações introduzidas no E-Pace são semelhantes às já conhecidas da restante gama da Jaguar. O habitáculo é mais luxuoso e sofisticado e dispõe de conectividade melhorada.

O renovado SUV também recebe a arquitetura eletrónica avançada dos veículos EVA 2.0., que é compatível com um conjunto de novas tecnologias para garantir que o veículo está sempre ligado e atualizado.

O mais recente sistema de informação e entretenimento Pivi Pro é utilizado através de um ecrã táctil de alta definição de 11,4 polegadas com vidro curvo.

Entre os principais benefícios, a marca britânica aponta a qualidade de visão. O ecrã é três vezes mais luminoso e 48 % mais amplo do que o ecrã anterior e a estrutura de menu simplificada permite ao condutor aceder ou visualizar até 90 % das tarefas habituais com apenas dois toques a partir do ecrã inicial.

O Pivi Pro tem a sua própria fonte de energia para tornar possível um arranque quase instantâneo. Desta forma, o sistema de navegação está pronto assim que o condutor se senta ao volante, enquanto as aplicações integradas disponíveis– como Spotify, Deezer e TuneIn – funcionam normalmente, mesmo quando não dispõe do seu smartphone.

As funções de conectividade incluem ainda a integração do Calendário Google e do Microsoft Outlook, para que o condutor possa rever a sua agenda de trabalho e atender chamadas importantes através do sistema de mãos livres.

Já em comercialização em Portugal

O novo Jaguar E-Pace já está em comercialização no mercado nacional, estando prevista a chagada das primeiras unidades na primavera de 2021.

A versão de entrada vem equipada com o motor a gasolina 1.5 de litros com 160 PS, tração dianteira e caixa automática, sendo proposta por 42.510 euros. A alternativa diesel 2.0D 163 PS FWD Manual, está disponível a partir de 50.408 euros, enquanto a de tração integral tem um custo a partir de 51.846 euros.

Por sua vez, o novo P300e PHEV, com 309 cv e tração integral, é proposto a partir de 59.451 euros.