Mobieco

Publicidade

Elétrico. Ineos Grenadier vai ter um “irmão” mais pequeno

Texto: Carlos Moura
Data: 1 de Junho, 2022

O CEO da Ineos Automotive Jim Ratcliffe confirma o desenvolvimento de um segundo modelo mais pequeno e elétrico a bateria, vocacionado para o mercado de trabalho.

A Ineos Automotive pretende lançar um segundo modelo, mais pequeno e elétrico, baseado numa nova plataforma, mas que manterá as capacidades de progressão em fora de estrada do Grenadier e será dirigido ao mercado de trabalho.

O Grenadier possui uma imagem claramente inspirada Land Rover Defender, modelo que era (e continua a ser) disponibilizado em vários tipos de carroçaria. Tudo indica que a Ineos pretende seguir o caminho do fabricante de Solihull e desenvolver a sua versão do Defender 90.

Ineos Grenadier poderá ter um "irmão" mais pequeno e elétrico
Ineos Grenadier poderá ter um “irmão” mais pequeno e elétrico

O novo modelo será construído na mesma linha de montagem da fábrica de Hambach, em França, que a Ineos comprou à Daimler e onde são produzidas as versões de passageiros e comercial do Grenadier. Todavia, a empresa ainda não avançou qualquer previsão para a sua introdução no mercado.

Com o Grenadier posicionado como um concorrente de Land Rover Defender 110, do Jeep Wrangler e do Mercedes-Benz Classe G, o novo produto deverá inserir-se no segmento mais rentável dos 4×4 compactos, onde estão presentes modelos como o Dacia Duster e o Suzuki Jimny, embora se deverá distinguir pela linha motriz elétrica.

Futuro é elétrico

“O que estamos a analisar cuidadosamente é uma versão mais pequena e elétrica do Grenadier”, afirma Jim Ratcliffe numa conversa com o entrevistador Mark Evans.

 “Temos de encarar o futuro, que, claramente irá ser elétrico em ambiente urbano, mas mesmo no campo, um agricultor irá ter um veículo elétrico para conduzir nos caminhos”.

LEIA TAMBÉM
Devido à Hyundai. INEOS Grenadier 4×4 pode vir a funcionar a hidrogénio

Apesar da aposta para o novo 4×4 compacto passar pela tecnologia da bateria de tração, a empresa ainda não abandonou os planos para veículos fuel-cell.

A Ineos está a trabalhar em parceria com a Hyundai, que atualmente comercializa o Nexo FCEV e tem planos para expandir a oferta comercial nos próximos anos, no desenvolvimento de um Grenadier a hidrogénio, estando prevista a apresentação do primeiro protótipo no final deste ano.