Hispano Suiza está de volta na pele do Carmen

Texto: Filipe Bragança
Data: 8 Março, 2019

A marca de luxo voltou aos radares do mundo automóvel com o Hispano Suiza Carmen, um super desportivo eléctrico de 1050 cavalos.

O Hispano Suiza Carmen de 1,5 milhões de euros é um super desportivo eléctrico que personifica a estratégia da renascida marca espanhola. Desenhado, desenvolvido e produzido em Barcelona, este ‘grand tourer’ eléctrico quer criar um segmento à parte que apelida de ‘Hyperlux’ – para automóveis que combinam as prestações de um hiper-desportivo com o requinte de uma berlina de luxo. A produção deste veiculo é a realização das ambições da família Suqué Mateu, em especial para Miguel Suqué Mateu, Presidente da marca e neto do seu fundador. A mãe de Miguel Mateu, Carmen (1936-2018), foi a inspiração deste modelo homónimo.

O Hispano Suiza Carmen é um automóvel construído de raiz que combina o seu chassis mono-coque de fibra de carbono com um bloco de 1050 cv (750 kW), capaz de acelerar dos 0-100 km/h em menos de 3 segundos e atingir uma velocidade máxima (electronicamente limitada) de 250 km/h. Os 1050 cavalos são postos no lugar graças a um conjunto de travagem com discos de cerâmica da AP Racing com pinças de seis pistões da Radi-Cal. A tecnologia da equipa de Fórmula E Mahindra foi colocada ao serviço deste novo automóvel, sendo esta a responsável pela sua produção.

A motorização eléctrica deste carro é composta por dois motores independentes de 503 cv, um em cada roda do eixo traseiro. A bateria de iões de lítio com 80 kWh é composta por 700 células dispostas em forma de ‘T’. Toda a motorização é refrigerada a líquido, através de três radiadores na frente do carro. A autonomia do Carmen está fixada em 400 km, com este ‘Hyperlux’ a contemplar o carregamento rápido.

A carroçaria do Hispano Suiza Carmen, que foi inspirada no H6C Dubonnet Xenia de 1938, integra características modernas (como os faróis em LED ou o difusor traseiro) num design ‘retro’. A marca afirma que apesar de inspiração clássica, este novo modelo, compara-se ao perfil de um Tesla Model S (0,23 Cx) em termos de aerodinâmica. A marca espanhola sublinha ainda que em termos de performance este carro consegue superar o Porsche 918 Spyder.

No interior podemos encontrar um habitáculo luxuoso que combina equipamento moderno num ambiente clássico. O ecrã táctil de 10.1 polegadas do sistema de infotainment e as luzes ambiente do cockpit merecem nota de destaque.

O Hispano Suiza Carmen encontra-se neste momento em exibição no Salão de Genebra, estando a sua comercialização prevista para o Verão do próximo ano.

 

Veja também:

As novidades do maior salão automóvel do mundo
Revista Turbo no Salão de Genebra 2019
Ginetta Akula – Predador de topo
Carro autónomo dos anos 50′ brilha em Genebra