Mobieco

Publicidade

DPD reforça frota elétrica com 80 Ford E-Transit

Texto: Carlos Moura
Data: 18 de Junho, 2024

O operador de transporte expresso DPD vai passar a contar com mais 80 viaturas elétricas Ford E-Transit que se vêm juntar às 207 que já se encontram em operação em 14 cidades portuguesas. uma frota de 207 viaturas elétricas

A DPD, que recentemente inaugurou as novas instalações em sede em Loures, continua a sua política de descarbonização da frota, tendo adquirido 80 furgões elétricos Ford E-Transit, que serão entregues até final do ano.

As novas viaturas elétricas vêm juntar às 207 que já se encontram em operação em 14 cidades portuguesas, o que permitirá à DPD alcançar o marco dos 287 veículos elétricos até final de 2024.

O investimento está inserido na estratégia de descarbonização da frota da DPD em Portugal, sendo esta uma das principais medidas definidas pela Geopost, que detém a DPD, permitindo ao operador de transporte expresso tornar-se Net Zero até 2040, antecipando em dez anos o cumprimento dos objetivos do Acordo Climático de Paris, garantindo uma redução de 90% nas emissões poluentes, sendo os restantes 10% compensados através de outras medidas e projetos implementados pelo grupo.

Olivier Establet, CEO da DPD Portugal, e João Ferro, Gerente Delegado da Ford Lusitana    

“A DPD está consciente do impacto ambiental da sua atividade e do setor das entregas como um todo, pelo que está comprometida em estar na vanguarda da sustentabilidade”, afirma Olivier Establet, CEO da DPD Portugal. 

“Este novo investimento vem reafirmar a nossa missão de descarbonizar o mercado doméstico do transporte expresso, enquanto impulsionadores de uma mobilidade mais verde e de um planeta mais sustentável”, acrescenta o responsável do do operador de transporte expresso.

Furgão de 15,1 m3

A opção da DPD recaiu no furgão elétrico L4H3, cujo compartimento de carga com um comprimento de 4,26 metros, largura entre as cavas das rodas de 1,39 metros e altura de 2,03 metros, permite disponibilizar um volume útil de até 15,1 m3.

A bateria de iões de lítio com capacidade de 68 kWh permite percorrer mais de 300 quilómetros entre carregamentos, operação essa que demora cerca de sete horas num carregador de 11 kW ou 34 minutos para recuperar o nível de carga de 15% a 80% num posto rápido com potência de 115 kW.

Por seu lado, João Ferro, Gerente Delegado da Ford Lusitana, refere que “sendo a produtividade e a sustentabilidade os principais eixos das duas empresas, é, para a Ford Pro, um orgulho poder colaborar com a DPD no seu objetivo de maximizar a inovação da sua frota”. 

30% da frota já é elétrica

O responsável da Ford Lusitana salienta que a marca conta com a “gama de veículos comerciais líder de vendas na Europa nos últimos nove anos, cujo ‘ponta de lança’ é a E-Transit, a viatura elétrica de duas toneladas mais vendida da Europa em 2023”.

LEIA TAMBÉM
DPD inaugura centro de distribuição em Loures

Atualmente, 30% da frota da DPD Portugal há é elétrica. Com o investimento previsto para este ano, espera-se que essa percentagem cresça para os 35%, passando assim a existir em circulação em Lisboa, no Porto, no Seixal, na Guarda, em Coimbra, em Évora, em Viseu, em Leiria, em Faro e no Funchal.