Cruzamentos do futuro. Mais velozes e mais assustadores

Texto: Nuno Fatela
Data: 16 Outubro, 2018

A Ford revelou uma tecnologia destinada a mostrar como podem ser os cruzamentos do futuro, em que não existem semáforos e nenhum automóvel precisa de passar. Sem dúvida que o trânsito se processa com maior rapidez, mas para os condutores a experiência parece verdadeiramente assustadora

A Ford revelou um novo sistema designado Intersection Priority Management, que mostra como podem vir a ser os cruzamentos do futuro. A ideia base passa por eliminar a sinalização e garantir que os automóveis se movem sem paragens, numa coreografia muito bem encenada mas que tem algo de assustador. Afinal, passar por um local e sofrer ‘razias’ de todos os outros veículos não é algo que nos pareça agradável. A Ford afirma que a segurança e a eficiência na circulação são os maiores objetivos mas, pela imagem seguinte, pode comprovar que este sistema causará muitos arrepios aos automobilistas…

Esta solução para os cruzamentos do futuro usa a conetividade e comunicação entre veículos (V2V), mas também se inspira no comportamento humano (felizmente, não no dos condutores que entram nos cruzamentos sem olhar). A ideia é que os automóveis consigam replicar a forma como as pessoas conseguem, ao ajustar a sua velocidade, mover-se nas grandes multidões, como estações ou praças, sem passarem a vida a bater umas nas outras.

A ideia parece interessante, mas existem algumas situações que seguramente a Ford terá de ter em conta, especialmente centradas no volume. Afinal, a quantidade de faixas nas estradas não é parecida ao número de filas em que as pessoas se conseguem mover numa avenida, e as viaturas são “um bocadinho” maiores do que os humanos. Além disso, as pessoas podem passar perto e acabar por tocar umas nas outras sem “amolgar a roupa”. Obviamente, isso não acontece com os automóveis…

 

Veja também:

Esta solução da Honda combate o medo nos cruzamentos
Ford usa V2V para saber onde estão os veículos de emergência
Grupo VW quer trazer V2V para as estradas já em 2019
Land Rover e Ford unidas na comunicação entre veículos

 

Partilhar