Publicidade

Alpina atualiza família B3 com retoques estéticos e mais potência

Texto: Francisco Cruz
Data: 26 de Maio, 2022

Hoje em dia parte do grupo BMW, a Alpina acaba de desvendar a mais recente atualização da sua família Série 3, rebaptizada de B3, e que, além de uma “lavagem de cara”, ganhou, principalmente, mais potência. Tudo já disponível, na Alemanha, tanto na variante berlina, como carrinha.

Preparador responsável por tornar qualquer modelo BMW ainda mais exclusivo e luxuoso, a Alpina começou, no entanto, por aproveitar esta acção de actualização, para instalar, desde logo, um mais potente seis cilindros em linha, com 3,0 litros e dois turbos.

Assim e através da utilização de turbinas com fluxo optimizado, um intercooler maior radiadores reposicionados e condutas de ar com secção transversal aprimorada, tanto a berlina, como a carrinha Alpina B3, passam a anunciar uma potência máxima de 495 cv, assim como um binário máximo de 730 Nm. Valores que, diga-se, representam um ganho de cerca de 33 cv e de 30 Nm, face aos valores anunciados até aqui.

Versão mais luxuosa do conhecido BMW Série 3, o Alpina B4 passa a ostentar, também, mais potência
Versão mais luxuosa do conhecido BMW Série 3, o Alpina B4 passa a ostentar, também, mais potência

Também graças a este aumento, o Alpina B3 passa a conseguir acelerar dos 0 aos 100 km/h em 3,6 segundos, assim como a atingir uma velocidade máxima de 305 km/h. Já a carrinha, faz o mesmo percurso em 3,7 segundos, ficando-se, em termos de velocidade máxima, pelos 302 km/h.

LEIA TAMBÉM
Após o restyling do X7. Alpina dá a conhecer o seu XB7 renovado

Já no caso da versão Diesel, conhecida como D3 S, mantém-se o mesmo motor de seis cilindros em linha com 3,0 litros e um só turbo, a debitar 355 cv de potência e 730 Nm de binário. Valores que, em termos de prestações, acabam significando, no caso da berlina, uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 4,7s e uma velocidade máxima de 273 km/h, enquanto a carrinha leva apenas mais 0,1 segundos a atingir os 100 km/h, ficando-se, em termos de velocidade máxima anunciada, pelos 270 km/h.

De salientar que, tanto o B3, como o D3, são propostos, de série, apenas com tracção integral permanente, além de contarem, ainda, com um diferencial traseiro electrónico de deslizamento limitado. Ao mesmo tempo que, em domínios como as molas, batentes e estabilizadores, as soluções são específicas da Alpina, a qual também recalibra as configurações da direcção.

A par do aumento de potência, a gama B3 ganha, igualmente, novas soluções estéticas
A par do aumento de potência, a gama B3 ganha, igualmente, novas soluções estéticas

Com visual retocado

Finalmente e passando aos aspectos estéticos, a Série 3 by Alpina ganha um novo divisor inferior frontal com a inscrição ‘Alpina’ ao centro, a decoração listada da marca passa a decorar os flancos dos modelos e o pára-choques traseiros passa a contar com contornos específicos para os escapes

Já no habitáculo, a adopção da nova tela curva de 14,9 polegadas que também é possível encontrar no Série 3 by BMW, embora com a solução da Alpina por ícones e layout com aquelas que são as cores da empresa, o Azul e o Verde.

O interior (renovado) do Alpina B3
O interior (renovado) do Alpina B3

Caso os clientes assim o pretendam, a Alpina disponibiliza-se para personalizar o habitáculo ao gosto do proprietário, nomeadamente, em termos de revestimentos, costuras, bordados e revelos.

A partir de 88.600€… na Alemanha

Falando de preços, mas apenas para o mercado alemão e já com o imposto de 19% incluído, a berlina B3 passa a estar disponível a partir de 88.600€, enquanto a carrinha começa nos 89.900€.

Já no caso das versões Diesel D3 S, os valores iniciam-se nos 77.050€ (berlina) e 78.450€ (carrinha).

Qualquer uma das versões da gama B3 já pode ser encomendada na Alemanha

Qualquer uma destas versões ou motorizações Alpina estão já disponíveis para encomenda, no mercado alemão.