Mobieco

Publicidade

Atenção, Europa. Chinesa Xpeng duplicou em 8 meses número de EV entregues

Texto: Francisco Cruz
Data: 23 de Junho, 2022

Fabricante chinês de carros elétricos que tem em curso uma forte ofensiva de implementação nos mercados europeus, a começar pelos países nórdicos, a Xpeng acaba de entregar o seu automóvel elétrico número 200.000, apenas oito meses após ter ultrapassado a marca dos 100.000 EV. Resultado que não deixa de ser, também, um aviso aos construtores europeus.

Fundada em 2014 e apesar de só ter fabricado o seu primeiro veículo elétrico (EV) cerca de quatro anos depois, ou seja, em dezembro de 2018, a verdade é a Xpeng segue, literalmente, “de vento em popa”. Registando um crescimento, não só em termos de produção, como também de vendas, quase único.

A demonstrá-lo, não somente o facto de ter demorado menos de três anos para alcançar os 100.000 EVs entregues a clientes (outubro de 2021), como, também e principalmente, ter levado apenas oito meses a duplicar esse número. E, isto, apesar dos fortes abalos que o mercado automóvel mundial tem vindo a sofrer, desde a pandemia de COVID-19, até à quebra na produção de semicondutores e outros componentes.

O Xpeng G9, o novo porta-estandarte da ainda jovem marca chinesa de automóveis elétricos
O Xpeng G9, o novo porta-estandarte da ainda jovem marca chinesa de automóveis elétricos

“O alcançar do marco dos 200.000 veículos entregues a clientes, por parte da Xpeng, representa, também, a confiança que esses mesmos clientes demonstraram na marca”, comentou já o presidente da marca de automóveis elétricos chinesa, He Xiaopeng. Acrescentando que, “cada entrega é um sinal da confiança que vamos conquistando entre os nossos clientes, assim como um passo mais na transição para um futuro mais inteligente e verde”.

Com o G9 à cabeça

De resto, importa também referir que, nas suas previsões, a Xpeng espera continuar a crescer ao longo dos próximos 12 meses, especialmente depois de ter apresentado, em novembro de 2021, o seu novo modelo porta-estandarte, o G9. E que é também o primeiro modelo da marca a ser vendido, simultaneamente, tanto na China, como nos mercados internacionais.

LEIA TAMBÉM
Seguem-se os Países Baixos e a Suécia. Xpeng avança com expansão europe
ia

O Xpeng G9 é também o primeiro modelo do fabricante a surgir equipado com o novo sistema de condução semi-autónomo XPILOT 4.0 desenvolvido pela própria empresa e que contém dois sensores LiDAR sob os faróis dianteiros, uma câmara binocular frontal de 8 milhões de pixéis, e câmaras laterais coim 2,9 milhões de pixéis.

Já à venda, as primeiras entregas deste G9 deverão ter lugar durante o quarto e último trimestre de 2021, nos mais diferentes mercados.

A berlina P5, modelo elétrico que tem sido o ponta-de-lança da ofensiva da Xpeng na Europa
A berlina P5, modelo elétrico que tem sido o principal responsável pelo crescimento da Xpeng na Europa

Xpeng P5 como ponta-de-lança europeu

No entanto e no caso concreto da Europa, o principal responsável pelo crescimento da XPeng tem sido o P5, uma berlina 100% elétrica já à venda na Dinamarca, Holanda, Noruega e Suécia, onde é proposto com uma bateria de 66 kW, a alimentar um só motor elétrico, a debitar 214 cv de potência e 310 Nm de binário.

Atributos com os quais o modelo consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em qualquer coisa como 7,5 segundos, assim como cumprir um total de 465 quilómetros, com uma só carga.