Volvo V40 pode dar lugar a SUV Coupé

Texto: Nuno Fatela
Data: 19 Janeiro, 2019

O responsável pela Volvo na Europa anunciou que não está previsto um substituto direto para o V40, mas que a marca pode preparar uma alternativa para manter a preferência dos clientes do segmento

Está para breve a substituição do Volvo V40 na gama da marca, podendo estar a ser preparada uma surpresa relativamente ao sucessor. A marca estará a pensar em lançar um SUV Coupé como substituto, afastando-se dos hatchbacks, como deixou antever o responsável do fabricante sueco para a Europa, Lex Kerssemakers, em declarações à Autocar.  A apoiar esta decisão está também a queda nas vendas deste modelo, com uma descida de 23% no último ano, em contraste com a progressiva evolução positiva do fabricante no mercado.

 

“Não podemos esperar demasiado tempo para introduzir o novo carro. Não queremos perder o nosso espaço no segmento”, revelou Kerssemakers. Este executivo avançou ainda que a marca está “confiante de que vamos conseguir cobrir certas áreas do segmento, embora não para os indefectíveis fãs dos hatchbacks”. Juntando a isto as declarações onde refere que “precisamos de uma carroçaria diferente nos próximos dois a três anos para a gama 40” ficam dadas as pistas sobre a possível passagem do V40 para um SUV Coupé.

 

De acordo com aquilo que vem sendo avançado pelos britânicos, este modelo poderá vir a ser mais ligeiramente mais baixo e com uma linha de tejadilho mais descendente do que o XC40. A isto podem juntar-se mudanças importantes nas motorizações, com a aposta na eletrificação. Além dessa ter sido uma promessa da Volvo para todos os novos modelos lançados, mais uma informação aponta nesse sentido.

 

Tudo porque o substituto do V40 terá já por base uma das novas plataformas do fabricante nórdico, as SPA e CMA. Convém recordar que este é o único modelo em que resiste a plataforma Global C da Ford, lançada em 2003 e que não está pensada para as motorizações alternativas. Algo que não vai acontecer com o sucessor, pois o próprio Lex Kerssemakers recorda que “não podemos lançar um novo modelo que não esteja equipado para ser totalmente elétrico”. A maior altura em relação ao V40, aumentando o espaço para acomodar as baterias sob o piso do carro, serão outra das vantagens da introdução do SUV-Coupé como alternativa ao atual hatchback.

 

Fonte: Autocar

Partilhar