Publicidade

Volkswagen reforça oferta da Caddy Maxi com versão a gás natural

Texto: Carlos Moura
Data: 25 de Julho, 2022

O Volkswagen Caddy Maxi passou a ser proposto numa versão a gás natural comprimido, denominada TGI, equipada com motor turbo de 1,5 litros com 131 cv. A autonomia combinada – GNC e gasolina – é superior a 520 quilómetros. Esta nova versão já está disponível em Portugal.

A motorização TGI alimentada a gás natural comprimido (GNC) é o mais recente reforço da Caddy Maxi, a versão longa do furgão compacto da marca alemã.

O motor turbo de 1,5 litros com 131 cv oferece um elevado desempenho de condução e um baixo consumo de energia. A marca alemã refere que o Caddy Maxi TGI obteve a classificação energética A+, sendo o único veículo da gama a consegui-lo.

O Caddy TGI pode utilizar gás natural comprimido de origem renovável, BioGNC, e além disso um quilograma de GNC também fornece cerca de 1,5 vezes mais energia do que um litro de gasolina e 1,3 vezes mais do que um litro de gasóleo. 

A utilização de BioGNC possibilita níveis de emissões muito mais baixos do que os dos motores de combustão interna convencionais e até uma condução totalmente neutra em carbono. O metano pode ser produzido, por exemplo, a partir de palha ou lodo.

Autonomia combinada superior a 520 km

O combustível alternativo pode ser armazenado nos cinco depósitos de aço localizados na parte inferior da carroçaria do veículo, um total de 139 litros ou 21,1 kg de gás natural comprimido. Uma vez que estes estão instalados debaixo do piso, o grande espaço de carga do Caddy Maxi pode continuar a ser utilizado como anteriormente. 

O sistema propulsor quase monovalente alimentado a GNC do Caddy também dispõe de um tanque adicional para gasolina, com uma capacidade de 8,25 litros. Caso não seja possível chegar a um posto de abastecimento de GNC, existe, assim, uma reserva adequada. 

LEIA TAMBÉM
Volkswagen Caddy Cargo Maxi já está disponível em Portugal

Quase monovalente significa que o motor do Caddy arranca com a ajuda da gasolina e depois funciona sempre com GNC, só alternando para gasolina se o depósito de GNC estiver vazio. Esta transição acontece de forma autónoma e impercetível para os ocupantes. Os indicadores de autonomia e de nível de combustível mudam automaticamente para o combustível atualmente em uso.

A Volkswagen Veículos Comerciais anuncia um consumo de 4,3 kg de GNC por cada cem quilómetros percorridos ou, em termos correspondentes, 118 gramas de CO por quilómetro (ciclo combinado). A autonomia de cada abastecimento de GNC é superior a 400 quilómetros, enquanto cada depósito de permite percorrer cerca de 120 quilómetros.

O novo Caddy TGI está disponível nas variantes Cargo, Kombi, Caddy Life e Style apenas na versão com distância entre eixos longa. Os preços para o Caddy Maxi alimentado a GNC começam nos 23.488 euros (líquido/sem IVA) da versão Cargo.