Tesla vai oferecer Model 3 a um hacker

Texto: Nuno Fatela
Data: 23 Janeiro, 2019

 Como recompensa para quem consiga piratear o modelo, a Tesla promete oferecer um Model 3 a um hacker

Estará marcado para março, entre os dias 20 e 22, um evento dedicado aos hackers, com o nome de Pwn2Own, onde várias empresas vão colocar à prova a segurança dos seus produtos. Para a próxima edição está prometida a presença do Google Chrome, do Microsoft Office 365, do Oracle Virtual Box, e também do sector automóvel. Isto porque a Tesla prometeu oferecer um Model 3 ao primeiro hacker que consiga entrar no seu sistema.

 

Este grande prémio será oferecido ao primeiro “pirata informático” que consiga obter controlo de algum dos sistemas do veículo, mas os que depois consigam o acesso também vão ser galardoados. E até existe uma tabela com os valores para os vários tipos de ataque efetuados com sucesso. O maior prémio será para os que consigam aceder ao Autopilot, que garante 250.000$, seguindo-se os montantes de 100.000$ para piratear o modem/tuner ou conseguir contornar a necessidade da chave ou telemóvel para acesso e arranque da viatura. Depois surgem, por 85.000$, contrapartidas para a entrada em algumas das áreas do infotainment.

Esta não é a primeira “colaboração” entre a Tesla e hackers, pois já existiram casos anteriores em que a marca se aliou a estes especialistas. Aliás, no último ano a marca até veio confirmar que as pessoas capazes, “de boa fé”, de entrar no sistema dos seus automóveis não vão ter a garantia do automóvel cancelada. Uma gratificação que acaba por ser, sem dúvida, uma excelente solução para evitar que os possíveis buracos na segurança dos modelos da Tesla possam ser explorados por outros hackers mal intencionados…

 

Fonte: Electrek e The Zero Day Initiative