Publicidade

Smart prepara gama 100% elétrica para 2020

Texto: Redação
Data: 14 de Janeiro, 2018

No momento de análise aos resultados de 2017, com o fabricante especializado em citadinos a obter em Portugal a maior quota a nível mundial, foi referido que os resultados são positivos no momento de preparação para a transição que vai tornar a smart uma marca apenas de veículos elétricos. Apesar de tudo, existem críticas à falta de apoio a estes modelos em solo nacional. 

Em 2017 a smart vendeu em Portugal 3126 automóveis, assegurando uma quota de mercado de 1,4%, a maior em todo o Mundo. A confirmar a vocação urbana da marca, está o facto de 80% das vendas terem-se registado em Lisboa e no Porto. Por gamas o fortwo assegurou 53% das vendas (10% dos quais foram cabrios), enquanto o forfour garantiu 47% do total dos modelos comercializados. Significativo é, também o facto de a smart registar o seu segundo melhor ano de sempre de vendas em Portugal mesmo não contando com a motorização diesel que muitos consideravam essencial. Atualmente 69% das vendas são asseguradas pela motorização de 90 cv, enquanto a versão de 71 cv assegura 28%.

 

Por ventura mais significativo é o facto de a versão elétrica, que apenas chegou ao mercado em setembro, ter garantido já 3% das vendas totais (137 unidades). Bernardo Villa, diretor de vendas e marketing da smart destaca esta excelente performance da versão elétrica, salientando que “ela só não foi ainda melhor porque o lançamento ocorreu numa altura em que já não estavam disponíveis os incentivos governamentais à venda de veículos elétricos”, uma situação que, em sua opinião deve merecer uma maior atenção por parte do governo. “Em Espanha, França e Inglaterra, por exemplo, os incentivos não só são muito superiores como não têm limite no tempo”.

Depois de salientar que “em setembro o smart elétrico foi mesmo o segundo modelo mais vendido em Portugal, de entre os que utilizam este tipo de propulsão, Bernardo Vila assegura que estes resultados são ainda mais encorajadores se tivermos em conta que “a partir de 1 de janeiro de 2020 a smart apenas comercializará automóveis elétricos”. A antever os planos da marca para o futuro da mobilidade surgiu já, no último Salão de Frankfurt, o Smart Vision EQ ForTwo.
A comemorar em 2018 o seu 20º aniversário, a smart vai aproveitar a ocasião para introduzir versões especiais, com maior nível de equipamento. O destaque maior vai para uma versão “crosstown” (abril) que pretende dar ao forfour um espírito um pouco mais “aventureiro”.