Publicidade

Vai de férias para a praia? Recorde cinco erros que prejudicam o seu carro

Texto: Redação
Data: 18 de Julho, 2023

O verão chegou, os portugueses preparam-se para ir de férias, e a praia é o destino mais escolhido. Mas, e o seu carro, como reage a essa mudança de ambiente? Conheça cinco erros que quase todos os condutores cometem nas idas à praia e que, por vezes de forma não imediata, acabam prejudicando o seu automóvel.

Com os portugueses prontos para ir de férias, chega também a altura em que, muitos dos automóveis, habituados durante, o resto do ano a uma vida de curtas deslocações, são confrontados com as viagens longas, outros ambientes, além de muitas outras exigências, diferentes daquelas a que são normalmente submetidos.

Entre os destinos escolhidos, a praia é, não raras vezes, o mais escolhido. Opção que, na maior parte das vezes, não é acompanhada dos necessários cuidados, relativamente ao automóvel.

Submetido a calores extremos, fustigado pelas areias, afectado pela humidade e maresias, torna-se, assim, importante, dar alguma atenção aos reflexos que esta escolha tem, no seu carro. Motivo pelo qual e em conjunto com a Norauto, recordamos-lhe aqui cinco erros que, vulgarmente, todos nós cometemos, numa deslocação à praia.

Relembre-os, até para que as férias que se pretendem relaxantes, não fiquem para sempre negativamente marcadas na memória… e no seu carro!

1. Não estacione demasiado perto da praia

Embora muitos condutores o desconheçam, a verdade é que, estacionar demasiado perto da areia, é uma agressão permanente ao automóvel. A começar, pela areia que anda no ar e que afecta e risca a pintura, os vidros e os faróis. Ou, ainda, pela brisa marítima, que contribui para o aparecimento da corrosão. Assim, o melhor mesmo é estacionar a maior distância e deixar o seu carro mais protegido destas agressões…

LEIA TAMBÉM
Desinfecte bem o carro, evite propagar o COVID-19. Siga estas 8 dicas

2. Não deixe o seu carro exposto ao Sol

Apesar de nem sempre ser possível, já que, em muitas praias, este tipo de espaços simplesmente não existe, sempre que puder, proteja o seu carro, estacionando-o num local fechado. Ou e especialmente em caso de imobilização prolongada, cobrindo-o com uma lona. Isso ajudará a que, quer o sal, quer o Sol, não afectem a pintura e a carroçaria. Além de contribuir para reduzir o calor no habitáculo.

3. Carro sujo faz mal ao próprio e à saúde dos ocupantes

Mesmo tratando-se de uma tarefa de que muitos condutores fogem, é importante, não apenas para a saúde do seu automóvel, como também para a sua e dos restantes passageiros, que não descure a limpeza do seu carro, e com alguma frequência. Sem deixar de, claro está, prestar uma atenção especial ao interior. Lembre-se que, durante as férias na praia, é a areia que entra e se acumula, é a sujidade que se entranha, é inclusivamente água trazida nos fatos de banho molhada que estraga. Assim, não se esqueça de limpar regularmente, tanto o interior, como o exterior, do seu automóvel.

4. Mudanças bruscas de temperatura

Especialmente depois de muitas horas sob um Sol inclemente, o mais certo é que, após um dia na praia, assim que chegar ao carro, a temperatura, no interior, esteja muito parecida à de um forno! No entanto e ao invés de colocar o ar condicionado no máximo e com a temperatura mais baixa possível, opte, primeiro, por abrir as janelas, esperar um pouco para que o calor saia e, só então, ligar o ar condicionado numa temperatura não tão extrema. Isto, porque, as temperaturas extremas, tal como as alterações bruscas, contribuem para uma maior rápida degradação dos componentes do habitáculo.

5. Não se esqueça de uma revisão profunda após a férias

Terminou as férias e acabou de regressar a a casa? Então, não deixe de fazer uma revisão profunda ao seu automóvel, de forma a descobrir se o calor, o ar do mar, ou até mesmo os maus caminhos, não afectaram, de forma séria, alguns componentes do veículo. E, já agora, não se esqueça de dar uma olhada nos pneus, os quais, quando utilizados sob altas temperaturas, são dos que mais sofrem…